Ponte sai na frente, mas toma virada em Limeira: resultado mantém a Macaca, que busca reabilitação contra o Palmeiras no sábado (8), na segunda colocação do grupo A

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta saiu na frente em Limeira, com gol de Bruno Rodrigues, mas acabou tomando a virada por 2 a 1 no segundo tempo. O resultado mantém a Macaca na segunda posição do grupo, com seis pontos – um atrás do Santos e três à frente do Oeste. O time do técnico Gilson Kleina volta a campo na noite deste sábado (8), às 19h30, contra o Palmeiras no Majestoso.

O jogo

A primeira chance da Macaca foi aos dois minutos, com Roger batendo de primeira uma bola rebatida pela zaga da Inter, mas o chute saiu pela linha de fundo. No minuto seguinte, Apodi ganhou na velocidade pela ponta esquerda e cruzou, com a zaga cortando e mandando pra escanteio.  Na cobrança , Yuri chutou e a Inter interceptou.

O gol alvinegro saiu aos quatro minutos, com categoria. Após linda triangulação pela esquerda entre Yuri, João Paulo e Apodi. Este último deu um toque de calcanhar para Yuri mandar pra área e Bruno Rodrigues cabecear pro fundo das redes da Inter. Ponte 1 x 0 Inter. Atrás no placar, o time da casa começou a pressionar, enquanto a Ponte tentava explorar os cobtra-ataques.

Aos 15, Cléber Reis viu Bruno Rodrigues livre, na frente, e chutou para o camisa 11. O juiz, porém, viu impedimento e parou a jogada. Na sequência, a Ponte saiu trocando passes dentro da área até Matheus Alexandre sofrer falta. Aos 21, Bruno Reis saiu com a bola, mas foi desarmado com falta pelo adversário.

Aos 27, lance de perigo contra o gol alvinegro. Thomaz cruzou na medida para Murilo Rangel, que pegou de primeira, mandando próximo ao travessão de Ygor, que já estava na bola. Aos 35, João Paulo acionou Roger dentro da área, mas o atacante não conseguiu finalizar.  Os últimos minutos foram só de pressão da Inter,  mas a equipe oponente não conseguia superar a defesa alvinegra e o placar da etapa inicial se manteve a favor da Ponte até os 48, quando o juiz encerrou o primeiro tempo

No segundo tempo, a Inter começou pressionando e acabou encontrando o gol aos dez minutos. Após triangulação de Thomaz e Lucas Braga, a bola sobrou para Rangel chutar com força, frente a frente com Ygor Vinhas, sem chance de defesa.  1 a 1. Aos 20, Mateus Anderson, que acabara de entrar na partida, teve boa chance, mas o chute foi travado pela defesa da Inter.

Aos 26, Matheus Alexandre entrou na área adversária e na dividida com Thomaz acabou no chão. OS jogadores da Ponte pediram pênalti, mas arbitragem mandou o jogo seguir. Aos 34, falta de Bruno Rodrigues em cima de Geovane, na intermediária. Murilo Rangel cobrou com perfeição, mandando no canto do gol de Ygor, que se esticou, mas não conseguiu alcançar.  2 a 1.

Aos 41, Danrley avançou pela intermediária e arriscou o chute de longe, mas a bola desviou e sai sem perigo. Aos 47, a Ponte chegou com Mateus Anderson, que bateu fechado por cima do gol, perto do ângulo. Aos 49, porém, o juiz apitou o fim do jogo.

Ficha de jogo

Ponte Preta: Ygor, Matheus Alexandre, Cléber Reis,  Trevisan e Yuri; Bruno Reis (Darnley), Dawhan d João Paulo; Apodi (Matheus Anderson), Bruno Rodrigues e Roger (Safira). Técnico: Gilson Kleina.

Inter de Limeira: Rafael Pin, Córdoba, João Victor, Bruno Oliveira e Lucas Balardin; Marquinhos (Matheus Neri), Geovane, Murilo Rangelz (Airton) e Thomaz (Roger Bernardo); Tcharlles e Lucas Braga. Técnico: Elano.

Gols: Bruno Rodrigues aos quatro do primeiro tempo; Murilo Rangel aos dez e aos 34 do segundo.

Arbitragem: Salim Fende Chavez apitou, auxiliado por Alberto Poletto Masseira e Alex Alexandrino. Quarto árbitro: João Vitor Gobi

Cartões amarelos: Apodi, Trevisan e Bruno Rodrigues (Ponte); Córdoba (Inter)

Público: 2997

Renda: 49.010,00

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS