Conselho Deliberativo abre as portas à mudança para clube empresa e aprova adequação orçamentária para 2020, de R$ 49 milhões

 

Foto:PontePress

Em reunião realizada na manhã deste sábado (25), o Conselho Deliberativo da Ponte Preta debateu, pela primeira vez de modo oficial, a possibilidade de mudança da instituição do atual modelo de associação civil sem fins lucrativos para o de sociedade anônima do futebol, ou seja, um clube empresa. A maioria dos conselheiros presentes se manifestou e deixou claro que vê como positiva a proposta.

“Ficou bem claro que os conselheiros vêm com bons olhos esta possibilidade. Porém trata-se de um início de discussão, até porque ainda há projetos de lei não votados correndo em Brasília sobre este tema e há que se debater o modelo que a Ponte Preta entenderá como o melhor para as pretensões dela”, explica o presidente do Conselho, Tagino Alves dos Santos.

Ele acrescenta que, na conversa de hoje, os conselheiros já demonstraram não ter interesse no modelo adotado na fusão Bragantino-Red Bull e que, qualquer que seja a opção futura, ela deve garantir que o clube terá preservado seu brasão, cores, hino, mascotes etc. Além disso, também ficou claro à Ponte que, como ponderou o conselheiro Eduardo Coelho (ex-reitor da PUC-Campinas), é necessário aguardar e observar atentamente o que dirá a lei a ser aprovada a respeito do tema.

“O Conselho ficará atento ao desenrolar dos projetos de lei existentes bem como aprofundaremos o debate e teremos novas discussões nas reuniões futuras sobre o tema, inclusive já levantando possíveis modelos”, explica Santos.

Orçamento adequado

O Conselho também aprovou nesta manhã, por unanimidade, a adequação do orçamento de 2020 que já estava prevista para ocorrer desde novembro do ano passado. Isso porque, na ocasião, o conselho aprovou a peça elaborada pela diretoria anterior (encabeçada pelo ex-presidente José Armando Abdalla) que havia sido planejada considerando-se um acesso para a série A, o que não ocorreu.

Desta forma, a atual diretoria executiva apresentou uma adequação do valor anterior, de R$ 64 milhões, para um valor de R$ 49 milhões para o ano de 2020. Deste total, R$ 28,5 serão destinados totalmente ao Futebol Profissional. Veja abaixo como ficou o orçamento:

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS