Com dois gols de Camilo, Ponte vence o Náutico, chega à sexta posição na tabela e se mantém viva na luta pelo acesso

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Com dois gols de Camilo, a Ponte Preta venceu o Náutico na tarde deste domingo (17) e subiu para a sexta posição na série B do Brasileiro, mantendo vivas as chances de acesso para a elite da competição. O capitão alvinegro marcou o primeiro em cabeceada após cruzamento certeiro de Yuri e o segundo, de falta, em uma bola que segundo medição da TV atingiu 99 hm/hora.

A Macaca agora tem 51 pontos, dois a menos que o quinto colocado CSA e quatro a menos que o quarto, o Juventude. Com mais três jogos até o final da série B, a Macaca promete concentração total para voltar a vencer às 17h45 da próxima quinta-feira (21), contra a Chapecoense, na casa do adversário.

O jogo

A Ponte começou indo para cima, com Zanocelo passando para Apodi. O lateral alvinegro foi bloqueado e ganhou o escanteio. Na cobrança, mais uma vez a zaga tirou a bola, em novo escanteio. O capitão Camilo cobrou na área, mas a arbitragem anotou toque de mão alvinegro.

Aos seis, a Macaca abriu o placar. Yuri levou a bola para a linha de fundo e cruzou com perfeição na cabeça de Camilo, que mandou para o fundo das redes. Em tarde inspirada, não demorou muito para o camisa 10 fazer o segundo. Ygor Vinhas lançou Bruno Rodrigues que, em velocidade, limpou a marcação e sofreu falta na entrada da grande área. Camilo cobrou aos 12, com perfeição, e ela entrou no cantinho. 2 a 0.

A Ponte não diminuiu o ritmo e seguiu em busca do terceiro. Aos 17, jogada rápida com Luan Dias passando para Apodi, que cruzou, mas a bola fez a curva e saiu. Aos 22, Apodi retornou o favor para Luan Dias, mas a zaga cortou. Na sequência, Barreto mandou para Peixoto e a zaga cortou na área pelo adversário com a mão, mas o juiz não marcou nada.

Aos 25, Apodi disparou pela direita, invadiu a área e bateu cruzado, uma bomba. O goleiro oponente, porém, fez grande defesa e impediu que o terceiro saísse no primeiro tempo. Aos 32, Luan Dias encarou a marcação e fez cruzamento para a área, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo. Aos 36, lance perigoso do oponente, no qual Ygor Vinhas caiu com perfeição, mas nem precisou: a bola pegou na trave e saiu para tiro de meta pra Ponte.

Na sequência, Bruno Rodrigues quase ampliou em contra-ataque, mas o camisa 1 oponente defendeu. Aos 44, o Náutico chegou a balançar as redes com Kieza, mas não valeu: a arbitragem marcou impedimento antes mesmo que o atacante chutasse. Aos 45, Bruno Rodrigues passou para Matheus Peixoto, que bateu com força, mas o goleiro oponente fez boa defesa. No último minuto, Camilo ainda teve a chance de fazer mais um, mas o goleiro defendeu. Final de primeiro tempo: Ponte Preta 2 x 0 Náutico.

Na segunda etapa, o Náutico veio para cima para tentar diminuir a diferença logo aos dois, mas Ygor fez boa defesa. Na sequência, Zanocelo armou boa jogado, mas Luan Dias foi travado no momento do jogo. Aos nove, Camilo mandou um torpedo para o gol, que só não entrou em virtude de milagre do camisa um oponente.

Aos dez, Matheus Peixoto roubou bola adversária e levou para a entrada na grade área, ajeitou e chutou. A bola, porém, subiu e saiu  por cima do gol. Aos 18, Apodi entrou rapidamente em campo e mandou para Pato tentar finalizar, mas a bola ganhou velocidade e ele não alcançou.  Aos 30, Orobó fez bom lançamento para Pato, que entrou na área, mas não conseguiu finalizar.

Aos 33, Orobó bateu de longe e o goleiro pegou.  Aos 38, Bruno Rodrigues passou para Orobó, recebeu de volta e passou para Pedrinho. O atacante chutou, mas não a bola saiu por cima do gol. Aos 39, Neto Moura chutou forte contra a meta adversária, mas a bola desviou na zaga e saiu em escanteio.  

Aos 41, Ygor Vinhas fez ótima defesa, em bola chutada no ângulo,  evitando o gol de honra do adversário. Dois minutos depois, o camisa 1 alvinegro fez nova defesa espetacular, defendendo chute de Kieza. Aos 51, o juiz apitou o fim do jogo: Ponte Preta 2 x 0 Náutico.

Ficha do Jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas; Apodi, Luizão, Wellington Carvalho e Yuri; Barreto (Neto Moura), Zanocelo (Dawhan) e Camilo (Pedrinho); Luan Dias (Pato), Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto (Orobó). Técnico: Fábio Moreno.

Náutico: Anderson; Bryan, Ronaldo Alves (Thássio), Rafael Ribeiro e Camutanga; Djavan (Matheus Trindade), Renan Foguinho (Ruy), Dadá, Jean Carlos (Jorge Henrique) e Erick (Juninho Carpina); Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

Gols:  No primeiro tempo, Camilo aos seis e aos 12.

Arbitragem: Paulo Cesar Zanovelli apitou, com Felipe Alan Costa de Oliveira e Fernanda Nândrea Gomes Antunes. Quarto árbitro: Thiago Lourenço de Mattos.

Cartões amarelos: Wellington Carvalho, Zanocelo, Barreto (Ponte); Djavan, Dadá e o técnico Hélio dos Anjos (Náutico)

Jogo válido pela 35ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro, no Majestoso, sem público (nem renda) em virtude da pandemia.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS