Copa São Paulo 2020: equipe retoma treinos após o Natal e técnico Sandro Forner fala sobre expectativas do jovem time, que viaja dia 1º a Osvaldo Cruz


 

De olho na Copa São Paulo de Futebol Júnior, na qual estreia em 3 de janeiro, a equipe que disputará a competição pela Ponte Preta retomou nesta sexta (27) os treinamentos que, a partir de agora, seguem sem parar sequer para a comemoração de ano novo. Aliás, o time do treinador Sandro Forner tem atividade também no dia 31 de dezembro e já em primeiro de janeiro segue viagem para Osvaldo Cruz, onde começa a disputa dois dias depois, às 17 horas, contra os donos da casa.

“O torcedor sempre quer a vitória e nós sempre vamos competir pelos melhores resultados, buscar as vitórias sempre. Neste ano, contudo, temos um time muito jovem, uma situação diferente. A Base teve resultados ruins no Brasileiro e passou por muitas mudanças, uma reformulação grande. Normalmente uma instituição grande como a Ponte já tem um time pronto há muito tempo para disputar a Copinha e, neste ano, montamos o time e estamos treinando há um mês e meio apenas. Mas tivemos uma boa evolução e estou certo que daremos nosso melhor”, diz.

De fato, a Base passou por uma grandes mudanças neste ano. No Paulista, o SUB 20 já havia perdido seis jogadores titulares – o goleiro Yago e o volante Xavier, ambos negociados com o Corinthians, bem como Abner, Matheus Alexandre, Vinicius Zanocelo e Camilo, que subiram para equipe profissional. No decorrer do Campeonato Brasileiro, mais três saíram Walysson e Jhon Kleber, também negociados com o Corinthians, e o atacante Julinho, que foi para os Emirados Árabes.

Sandro Forner, que além de ex-técnico do profissional do Coritiba foi auxiliar do treinador André Jardine, da Seleção Olímpica , chegou no final do mês de agosto com a Ponte já eliminada do Brasileiro e em setembro a então diretoria da Base dispensou 15 atletas e outros sete chegaram. “Na Base não é como no profissional, em que você faz recontratações no mesmo ritmo. Então em nosso time pra Copinha temos jogadores que ficaram no SUB20 depois da minha chegada, como o lateral-esquerdo Yan e o meia Alex, que vieram do Coritiba e realmente vão jogar, e muitos que subiram do SUB17. Quatro ou cinco, inclusive, com 16 anos”, diz.

Atletas como Igor Maduro e Isac, que já tiveram atuação no profissional, também deverão atuar. “Embora seja um torneio com jogos praticamente eliminatórios, é importante para todos eles, há jogadores que no futuro a Ponte poderá aproveitar. Os mais velhos, dependendo da performance poderão ajudar já no Paulista, vai defender de fatores como a performance em si, a necessidade e a avaliação do profissional. Muitos são bem jovens e ainda disputarão outras taças. Penso que pro objetivo final, que é revelar jogadores, temos atletas com bom potencial e que vão dar frutos pro clube”, finaliza.

O jogo de estreia dos juniores alvinegros, às 17 horas do dia 3 de janeiro de 2020, contra o Osvaldo Cruz, terá transmissão pela TV FPF.  O SUB20 alvinegro ainda tem como adversários no grupo 1 o Londrina e o São José-RS. Em 2020, o torneio vai reunir 128 equipes durante o mês de janeiro, com final tradicionalmente marcada para o dia 25 no Pacaembu, em comemoração ao aniversário da capital paulista. Ao contrário de outras edições, não há nenhum clube estrangeiro na disputa do ano que vem.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS