Juninho diz que, apesar da derrota, postura do time mudou e houve comprometimento: “Temos que entrar na terça com vontade até o fim, honrar a camisa e depois pensar no ano que vem”

Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

A Ponte jogou bem ontem no primeiro tempo contra o Sport, mas acabou tomando a virada no final da partida, quando estava com nove em campo, um a menos que o Sport. Para o técnico interino Juninho, houve uma mudança de postura do time, e isso deve ser valorizado, apesar do placar ruim.

“Nosso objetivo ontem era honrar a camisa da Ponte e ganhar o jogo. Fizemos uma boa partida até a hora das expulsões, não fosse isso sairíamos com a vitória. Nossa marcação estava boa, mas quando ficou dez contra dez os espaços se abriram e, quando Vico também foi expulso, tomamos o gol. Mas é preciso ressaltar que houve vontade e comprometimento dos jogadores, se não tivesse as expulsões estou certo que a gente sairia com grande resultado, com uma vitória”, diz.

Juninho afirma que o objetivo agora é vencer o Brasil de Pelotas na noite de terça, dia 26 de novembro, no Majestoso. “O torcedor pode esperar que vamos entrar com vontade até o fim, vamos até o último segundo fazendo tudo para honrar a camisa da Ponte. E depois é pensar para frente, pensar para 2020 porque este ano já terminou e infelizmente não conseguimos nosso objetivo. Então é trabalhar e planejar para conseguir no ano que vem.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS