Ponte perde para o Figueirense no Majestoso

 

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Em uma noite triste, a Ponte Preta perdeu por 3 a 1 em casa para o Figueirense. A Macaca tomou o primeiro gol de surpresa no minuto inicial e foi para cima, tendo um volume maior de jogo que o adversário e chegando ao empate aos 29 com Roger, que marcou o 13º dele no ano e 60º da carreira, ultrapassando a marca de Washington e tornando-se o artilheiro do século da Macaca.

No segundo tempo, a Ponte teve boas chances, mas caiu de produção e tomou dois gols. João Carlos chegou a fazer o segundo da alvinegra, mas o goleiro adversário puxou a bola de dentro do gol sem o juiz ver e o árbitro não deu.   A Ponte Preta volta a jogar na tarde do próximo sábado, no dia 16, contra o CRB na cidade do adversário.

O jogo

A partida começou e nem houve tempo para esquentar em campo: logo no primeiro minuto,o Figueirense chegou pelo lado direito do ataque e a bola acabou nos pés do atacante Rafael Marques, que chutou sem chance para Ygor Vinhas. 1 a 0. A Ponte não se assustou e foi para cima. Aos quatro, Camilo arriscou de fora da área, mas a bola acabou saindo pel alinha de fundo do Figueirense.

Aos seis, Marquinhos pegou bola na entrada da área e soltou uma bomba, mas a bola saiu à esquerda do gol. Aos poucos, a Ponte ganhava cada vez mais volume de jogo. Aos 17, Edilson cruzou rasteiro pelo lado direito do ataque, mas a defesa do Figueira cortou.  Aos 20, Renato Cajá arriscou de longe, mas a bola acabou saindo isola pela linha de fundo. No lance seguinte, Guedes fez levantamento, mas a defesa adversária cortou.

Aos 27, em lance com Araos e Roger, Marquinhos recebeu dentro da área da Macaca após cruzamento e foi derrubado. Pênalti que Roger cobrou com perfeição, deixando a bola num canto e o goleiro do outro – foi o 13º gol do camisa nove da competição. No minuto seguinte, por muito pouco não saiu a virada em grande lance de Araos, que fez uma partida de destaque nesta noite.

O chileno ficou frente a frente com o goleiro e chutou acertando o travessão. A bola voltou para o próprio Araos, que mergulhou para cabecear com grande perigo, mas o goleiro adversário, Pegorari, fez boa defesa.  Aos 37, Guedes levantou na área, mas o time adversário mandou para escanteio. Aos 44, Araos fez lançamento para Roger, mas a bola acabou saindo do campo.  Aos 46, Roger chutou para defesa de Pegorari, mas o juiz marcou impedimento e encerrou a partida na sequência.

No segundo tempo, Roger por pouco não ampliou aos dois minutos. O camisa 9 recebeu passe de Araos dentro da área  e bateu colocado, mas a bola saiu pela linha de fundo.Aos quatro, o Figueirense chegou ao ataque e mandou bola no ângulo, mas Ygor Vinhas espalmou. No minuto seguinte, de novo o camisa  1 fez boa defesa em bomba mandada de dentro da área contra a meta alvinegra.

Aos dez, Cajá driblou adversário e soltou a pancada, mandando a bola, com perigo, para fora. Aos 19, Marquinhos deu bom giro e mandou para Roger, mas o camisa 9 acabou desarmado.  A Ponte estava melhor em campo, mas aos 23 foi o Figueira que amplio: Renan Fonseca não conseguiu afastar bola que sobrou para Fellipe Mateus. Ele cruzou rasteiro e foi travado por Camilo, mas a bola acabou saindo mascada e balançando as redes, sem chance para Ygor. Ponte 1 x 2 Figueirense.

Roger quase empatou no minuto seguinte, ao receber na área e soltar o pé. Pegorari, à queima-roupa, fez uma defesa dificílima. Aos 27, Marquinhos fez  cruzamento, mas Alemão afastou de cabeça. Aos 34, boa tabela entre Marcondelle e Vinicius Zanocelo acabou em falta de ataque.  Aos 40, Roger acabou no chão dentro da área após cruzamento da direita. A torcida pediu pênalti, mas o árbitro não deu.

Na sequência, o Figueirense fez o terceiro com Victor Guilherme , que recebeu lançamento longo, invadiu a área e bateu forte  na saída de Ygor Vinhas.  3 a 1. Aos 47, a Ponte balançou as redes: João Carlos soltou uma pancada de fora da área, a bola acertou o travessão e entrou no gol. O goleiro enfiou a mão e colocou a mão por trás da trave e tirou bola de dentro do gol, o que o juiz aparentemente não viu.  Fim de jogo, Figueirense 3 x 1 Ponte Preta.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas, Edílson, Renan Fonseca, Trevisan e Guedes; Washington (Vinicius Zanocello), Camilo, Renato Cajá (Marcondelle),  Araos, Marquinhos (João Carlos) e  Roger. Técnico Gilson Keina.

Figueirense: Pegorari, Luis Ricardo, Alemão, Ruan Renato e Conrado; Patrick (Pereira), Betinho e Fellipe Mateus;  Breno (Andrigo), Rafael Marques e  Jefferson Renan (Victor Guilherme). Técnico Pintado.

Gols: Rafael Marques no primeiro minuto e Roger aos 29 do primeiro tempo; no segundo tempo, Fellipe Matheus aos 23 e Victor Guilherme aos 41.

Arbitragem:  Gilberto Rodrigues Castro Junior apitou a partida. Clovis Amaral da Silva e Bruno Cesar Chaves Vieira foram os auxiliares e o quarto árbitro foi Thiago Luis Scarascati.

Cartões amarelos: Alemão, Ruan Renato, Betinho e Luiz Ricardo (Figueirense) ; Gilson Kleina, Roger e Marquinhos (Ponte)

Publico Total:  1715

Publico Pagante: 1.573

Publico Não Pagante: 142

Renda :R$ 17.095,00

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS