Gilson Kleina e o invicto em dérbis Ivan, que segue para a Seleção Olímpica neste domingo, elogiam espírito da equipe no clássico

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Se por um lado a vitória não veio,  por outro a Ponte Preta manteve a supremacia sobre o rival: já são sete anos sem perder, quase oito. E um dos responsáveis por isso é o goleiro Ivan, que, por sinal, nunca perdeu em confrontos com o Guarani: desde que assumiu a titularidade, o camisa 1 alvinegro disputou cinco clássicos, com três vitórias e dois empates no currículo.

Para o arqueiro alvinegro, que embarca neste domingo (10) para o Torneio de Tenerife, na Espanha, onde vai defender a Seleção Olímpica do Brasil até próximo dia 19, o espírito do time alvinegro foi o principal destaque no jogo de ontem. “O time foi muito aguerrido e a gente trabalha para não sofrer gols. Pela história do dérbi, sempre foram jogos truncados. O empate é válido até porque estamos invictos no clássico há um bom tempo. O time está de parabéns pela luta, pela entrega e vai seguir firme para terminar o campeonato da melhor forma possível”, enfatiza.

O técnico Gilson Kleina segue a mesma linha de pensamento. “Temos que fazer a maior pontuação possível no restante do campeonato, terminar com pontuação boa. É assim que a gente quer, e o torcedor também. Tivemos muitas trocas esse ano e temos que entender desde já que 2020 é de um compromisso muito sério, brigar pelo acesso, mudar o patamar da Ponte”, enfatiza o treinador.

Sobre o dérbi em si, Kleina analisa: “Achei o jogo muito equilibrado, muito igual. As duas equipes tiveram chances, mas nossos atletas estão de parabéns, foi uma semana muito difícil, soubemos trabalhar a cabeça, eles honraram a história da Ponte e é valorizar esse ponto. Se o espírito de ontem fosse adotado sempre, acho que a Ponte estaria brigando pelo acesso. Esse ano não deu, mas tenho certeza que ano que vem não escapa.”

A Ponte retoma os treinamentos nesta segunda e na noite de terça já enfrenta o Figueirense, no Majestoso. O volante Lucas Mineiro recebeu o terceiro amarelo no dérbi e está suspenso – o candidato mais forte à vaga é Araos. Outro desfalque é o zagueiro Airton, que se lesionou no jogo de ontem. Como Reginaldo também está lesionado, a tendência é que Trevisan forme o sistema defensivo com Renan Fonseca.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS