Manhã de sábado: Ponte enfrenta o Botafogo de Ribeirão às 11 horas e quer a segunda vitória seguida

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

O jogo é em um horário pouco usual, às 11 da manhã, mas a vontade e o objetivo da Macaca são os mesmos: vencer o oponente em um jogo que pode levar a equipe alvinegra a colar no quarto colocado e entrar mais uma vez na disputa por uma vaga no grupo de acesso. Por essa razão, o técnico Gilson Kleina quer concentração total na partida de hoje contra o Botafogo, em Ribeirão Preto.

“Uma vitória nos dá condição efetiva de estarmos próximos do G4. É um jogo complicado, sabemos que eles são fortes aqui em Ribeirão, mas esperamos neutralizar os pontos fortes deles e impor os nossos. Se mantivermos a evolução que tivemos nos últimos dois jogos, não resta dúvida que estaremos muito próximos do resultado positivo”, acredita Kleina, que caso queira poderá repetir hoje a escalação da partida contra o Cuiabá.

“É importante repetir por causa do entrosamento, mas todos os atletas estão focados e prontos para jogar, começando ou não como titulares. Os jogadores que estavam no DM  também estão se recuperando, então temos bons reforços vindos do departamento médico e pegando equipe num momento de crescimento. Claro que alguns destes atletas são importantes, mas ficaram algum tempo no DM, então requerem um lastro físico maior para ter condições de atuar plenamente em  um jogo inteiro”, pontua. Tiago Marques e Marcondele já estão à disposição do treinador, enquanto Marquinhos e Rafael Longuine passam por recondicionamento físico.

Sobre o horário da partida, o treinador confessa não gostar de jogos matinais, ainda mais com tanto calor, porém acredita que este obstáculo será superado.  “Fizemos treinamentos nos horários do jogo para uma readaptação, pois o time já atuou e venceu neste horário. O que difere nesse jogo é o metabolismo do atleta, por isso tentamos adequar. Não acho que é o melhor horário para a prática e vai estar muito quente para os dois times, por mais que eles já estejam acostumados a jogar aqui. Durante a semana nossos atletas reagiram bem, então esperamos conseguir manter mesmo nível de força e desempenho”, diz.

Kleina enfatiza que o mais importante logo mais é trazer pontos na mala de volta para Campinas. “É nosso terceiro confronto direto e o fundamental é pontuar, porque o ponto que tiramos do Paraná mais os três do Cuiabá nos fizeram passar os dois. Então temos a mentalidade da vitória, mas se as coisas não acontecerem, no mínimo temos que pontuar lá. Agora, se conseguirmos três pontos entraremos de maneira muito forte na briga pelo G4, ainda mais fazendo a lição de casa contra o Londrina.  Mas vamos pensar um jogo de cada vez: o foco agora é no Botafogo.”

O time adversário está um ponto acima da Macaca e vem de derrota para o Criciúma, por isso quer se reabilitar diante da própria torcida. Já a Ponte inicia o dia três pontos atrás do G4 e, se vencer, fica temporariamente com a mesma pontuação do quarto colocado,tendo de esperar a conclusão da rodada para ver onde ficará na tabela.

Para quem não pode ir a Ribeirão Preto, há alternativa de assistir o jogo pela SporTV. Além disso, a Rádio 1900, a voz da Macaca, faz cobertura completa em FM 96,5 e FM 98,3, com transmissão simultânea no Youtube via PonTV.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS