Ivan completa 99 jogos pela Macaca neste sábado (5), antes de seguir para a Seleção Olímpica do Brasil, e quer “despedida” com vitória

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Titular absoluto do gol alvinegro há dois anos, o goleiro Ivan está confirmado para defender o gol alvinegro na manhã deste sábado (5) contra o Botafogo-SP, mas na sequência irá “deixar” a Ponte por três rodadas, por uma causa nobre: mais uma vez irá defender a Seleção Brasileira Pré-Olímpica, que disputará amistosos contra Venezuela e Japão nos dias 10 e 14 e outubro. O camisa 1 quer “se despedir” com uma vitória, até porque trata-se de um jogo especial para ele.

“Vai ser meu jogo 99 com a camisa da Macaca. Estou muito feliz com o meu momento, com tudo que tem acontecido na minha vida nos últimos tempos e é claro que a gente sempre prioriza a vitória do grupo. Então espero que façamos um excelente jogo para sair com resultado positivo de Ribeirão Preto. Acho que no último confronto a gente convenceu com um excelente futebol, mas temos que confirmar esse momento de crescimento. com os pés  no chão”, diz.

Por sinal, Ivan comemora um fato pouco usual ocorrido na goleada contra o Cuiabá, que espera que se repita. “No  último jogo não apareci muito, fui pouco acionado, e queria que fosse assim sempre. Foi importante ter ganhado com um placar bom e sem tomar gols. O time é um conjunto, um sistema completo, e quando o coletivo vai bem as coisas são mais fáceis. A gente sempre deve estar visando fazer o bem para o grupo, porque daí o individual também acaba se sobressaindo”, acredita.

Sobre esta nova convocação para a Seleção (esta é a terceira do ano, sendo que duas foram para a pré-Olímpica e uma, para a principal do técnico Tit), o goleiro se diz feliz e ainda um pouco surpreso. “Sempre tive o sonho de menino, mas não imaginava que seria tão rápido assim. Estou quase fechando meu segundo ano como titular, e graças a Deus e muito trabalho e treino, as coisas têm acontecido na minha vida. Mas estou apenas começando a minha carreira, tenho muito a conquistar e melhorar”, afirma.

Por isso mesmo, Ivan nunca se acomoda. Desde o primeio jogo como titular, quando defendeu pênalti de Jadson na vitória da Ponte contra o Corinthians, o jogador se empenha ao máximo em treinos e jogos, sempre colocando a Ponte como prioridade. “Até porque sei que só vou estar lá (na Seleção) se fizer um bom trabalho aqui.  Me cobro muito, sempre quero evoluir. Acho que sempre tem o que melhorar, de modo gera. Estou feliz pelo momento e espero manter a boa forma no restante da temporada, mas tudo dá para evoluir sempre.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS