Mudança de rumo: SUB20 faz reformulação, com contratação de sete novos atletas e dispensa de 15 jogadores, e subirá destaques do SUB17

Sempre trabalhando para melhorar o nível do não-profissonal da Macaca, que vem revelando diversos talentos nos últimos anos, a diretoria da Base alvinegra promoveu uma grande reformulação na categoria Júnior da Ponte Preta. Além do novo treinador Sandro Forner, ocorrida no mês de agosto, sete novos atletas chegaram para o SUB20 e outros 15 foram dispensados.

“Em nossa avaliação o desempenho no campeonato Paulista e, especialmente, no Brasileiro, ficou aquém do potencial da Ponte Preta, abaixo do que esperávamos. Trouxemos em agosto o Forner, que além de ex-técnico do profissional do Coritiba foi auxiliar do treinador André Jardine, da Seleção Olímpica, e os últimos três jogos do Brasileiro SUB20 ficaram como laboratório para observarmos quais jogadores vão permanecer para o ano que vem, inclusive com possibilidade de novas dispensas”, pontua Fábio Barrozo, coordenador geral das categorias de Base alvinegras.

Ele explica que o “choque de gestão” foi necessário para que haja uma melhora considerável no desempenho da equipe. “É preciso notar que antes do inicio do Paulista SUB20 havíamos perdido seis jogadores titulares: o goleiro Yago e o volante Xavier, ambos negociados com o Corinthians, bem como Abner, Matheus Alexandre, Vinicius Zanocelo e Camilo, que subiram para equipe profissional. Aí, no decorrer do Campeonato Brasileiro, perdemos mais três: Walysson e Jhon Kleber, também negociados com o Corinthians, e o atacante Julinho, que foi para os Emirados Árabes”, relembra.

Com isso, explica Barrozo, a Ponte teve que ir com uma certa urgência atrás de nove peças de reposição já com os campeonatos em andamento. “Infelizmente os jogadores contratados, por motivos diferentes, não encaixaram e não corresponderam as expectativas. Na Ponte queremos jogadores que estejam comprometidos com o trabalho e que tenham o DNA do clube, que é de entrega,raça e muita luta”, afirma.

Desta forma, sete atletas já chegaram ao time: o lateral Yan (Coritiba), o meia Alex Girolli (Coritiba), o atacante João Veras (XV de Piracicaba), o volante Bryan (Chapecoense), o lateral Sandro (Santos), o atacante Gabriel (São Bernardo) e o meia Miguel Palacios (Jorge Wilsterman – Bolívia).  “Acreditamos que estes atletas são tecnicamente de bom nível e demonstrarão em campo todo o comprometimento exigido pela nossa comissão técnica. Também teremos em breve a subida de atletas SUB17 que vêm fazendo uma ótima campanha no campeonato Paulista da categoria Juvenil. Mesclando experiência de jogadores mais rodados com o vigor e a juventude dos jogadores do SUB17, alinhados com uma comissão técnica de alto nível, esperamos representar bem a Ponte Preta na Copa São Paulo do ano que vem”, finaliza Barrozo.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS