Feliz com titularidade, Vico quer mais para ele e o time: “O time está encaixando e quando encaixar vai ser difícil segurar a Ponte”

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

O atacante Vico estreou no último jogo da Macaca como titular e agradou na posição, com uma boa atuação e até mesmo um pênalti sofrido – e não-marcado – que poderia ter mudado a história do jogo. “Foram dois pênaltis não dados, um em mim e o outro quando o jogador deles colocou o braço num chute do Cajá. Se tivesse VAR tinha ajudado a gente, mas isso ficou para trás: o foco agora é vencer o Cuiabá no sábado”, diz.

E para o confronto no Majestoso, Vico está confiante. “Tivemos algumas mudanças no time, algumas estréias, e ainda estamos nos conhecendo . A metodologia não mudou muito, o Kleina gosta de jogar com a bola e propor jogo. Aos poucos vamos nos os encaixando e quando encaixar vai ser difícil segurar o time da Ponte. Neste sábado temos um confronto direto e a nosso favor o fato de estar jogando em casa. Foram só dois dias de recuperação, mas  é suficiente para um atleta de alto nível se recuperar e pronto para batalha. Estamos prontos e focados para fazer os três pontos dentro de casa.”

Vico conta que está muito satisfeito por ter sido titular no último jogo,algo que espera repetir. E, sobre o fato de ter trocado cobranças com Roger no campo em determinados lances, diz não se lembrar do ocorrido no calor da partida, mas ainda assim entende que esse tipo de atitude é positiva.  “Estou bem e feliz pela estreia como titular, estava buscando espaço e se o professor Kleina achar que estou pronto para iniciar darei meu melhor de novo. Sobre essa história com o Roger, realmente não me recordo, mas acho que a cobrança dentro de campo ocorre porque todo mundo quer ganhar. Esse tipo de cobrança não é pra deixar o colega  pra baixo, mas sim pra deixar a pessoa ligada, é pra melhora do time”, acredita.

E sobre esta melhora em si, o atacante está certo de que ela já se iniciou e irá continuar. “O time está muito mobilizado, batemos muito na tecla de mudar o comportamento e não perder mais pontos. Contra o Paraná já mudamos a chave, demos o start e estamos muito focados pra esse jogo em casa. Aqui no Majestoso tem que ser sempre três pontos e fora sempre buscar a vitória e, se não der, um empate, pois não podemos perder pontos”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS