Em jogo disputado, Ponte empata com o Paraná em 1 a 1, com gol de Roger

Foto:Geraldo Bubniak/PRC

Em um jogo disputado e com alguns lances polêmicos, como um pênalti não marcado emVico aos nove do primeiro tempo, a Ponte Preta saiu atrás do Paraná na noite desta quarta-feira, mas lutou muito e conseguiu o empate aos 47 do segundo tempo, com gol de Roger. Com o resultado contra um time que em casa tomou apenas três gols no Campeonato Brasileiro,  a Macaca se manteve na 11ª colocação, com 32 pontos, cinco abaixo do G4. A Ponte volta a campo neste sábado (28) no Majestoso, às 16h30, contra o Cuiabá.

O jogo

A partida começou com o Paraná vindo pra cima e Ivan defendendo chute do adversário com o pé já antes do minuto inicial. Aos quatro, Gerson Magrão cobrou lateral para Henrique Trevisan, que devolveu para o camisa 8, mas o juiz marcou impedimento. Aos sete, Jenison resvalou na bola de cabeça após cruzamento e Ivan fez ótima defesa e na sobra o jogador Fernando Neto chutou na trave.

Aos nove, Vico escapou em velocidade e foi derrubado dentro da área, mas o juiz deu falta em vez de pênalti. Na cobrança, Renato Cajá deixou seu cartão de visita com chute quase perfeito, que deixou o goleiro vendido e explodiu no travessão. Na sobra, Magrão fez voleio, mas a bola foi para fora.

Aos 19, Vico passou para Gerson Magrão, que deixou a bola com Cajá. O camisa 10 arriscou de perna direita, mas a bola saiu. Aos vinte, Edson saiu em arrancada pelo meio  e passou pelo primeiro atleta oponente, mas foi derrubado na sequência. Oito minutos depois, Cajá deixou a bola passar para Trevisan, que cruzou rasteiro, mas a defesa adversária cortou

Aos 33, Vico passou para Lucas Mineiro, qie mandou passe de profundidade, mas a bola foi interceptada pelo time adversário. Aos 35, em cobrança de falta, Cajá mandou na segunda trave e Renan Fonseca tentou ajeitar de cabeça, mas não finalizou. Três minutos depois,  Magrão lançou para Roger e Leandro Almeida cortou com toque de mão, mas o árbitro mandou seguir. Aos 41, no último lance da Macaca no primeiro tempo, Trevisan passou para Cajá pelo lado esquerdo. O meia tentou cruzar, mas o lançamento foi cortado. 

Logo no início do segundo tempo, Gerson Magrão passou para  Vico pelo meio. O atacante foi para cima da defesa e ficou no chão após disputa com Leandro Almeida. Na sobra, Roger mandou pela linha de fundo, por cima do gol. Aos nove, Roger quase abre o placar para a Macaca. Após se aproveitar de erro da defesa adversária, o camisa 9 chutou para o gol, mas o arqueiro adversário defendeu com a perna.

Aos 14, Jenison marcou para o time da casa, em lance de cabeça. Ivan caiu certo mas não alcançou a bola, que bateu na trave e entrou. Paraná 1 x 0 Ponte. Com o gol marcado, o time da casa passou a marcar com mais força, fazendo diversas faltas no elenco alvinegro, que seguiu em busca do empate.

Aos 19, Cajá passou para Magrão, que foi travado na hora do chute. Aos 20, Jenison tentou se aproveitar de Ivan estar adiantado e chutou para o gol, mas Renan Fonseca, com estilo, matou no peito e mandou para frente. Aos 28, Renato Cajá cobrou falta para dentro da área e Vico resvalou de cabeça , mas a bola saiu. Aos 31, Renato Cajá cobrou falta na área, a defesa afastou e o camisa 10 pegou a sobra e fez novo levantamento, defendido pelo goleiro adversário. .

Aos 40, a Ponte por pouco não empatou, em jogada do atacante Bill. Ele recebeu a bola de Arnaldo , girou sobre a marcação e chutou forte, com a bola tirando tinta da trave adversária.  Quatro minutos depois, Renan Fonseca deu passe em profundidade na direção de Roger, mas o juiz marcou impedimento.  Aos 46, Roger foi lançado em profundidade e cruzou na entrada da área. Cajá surgiu para finalizar, mas  Jhony Santiago se jogou contra a bola e é travou o chute. Aos 47, Arnaldo cruzou para Trevisan, que mesmo com cãibras ajeitou para Roger chutar um canhão e empatar para a Macaca.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ivan, Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Henrique Trevisan; Edson (Dadá), Lucas Mineiro (Washington), Gerson Magrão e Renato Cajá; Vico (Bill) e Roger. Técnico: Gilson Kleina.

Paraná:  Thiago Rodrigues, Éder Sciola, Rodolfo, Leandro Almeida e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto (Jhony Santiago), Vitinho Mesquita (João Pedro); Judivan (Pimentinha),  Bruno Rodrigues e Jenison. Técnico: Matheus Costa.

Gols: Jenison (Paraná) aos 14 , e Roger aos 47, ambos no segundo tempo.

Arbitragem: Rodrigo Batista Raposo apitou o jogo, com Ciro Chaban Junqueira e Lucas Torquato Guerra como auxiliares.

Cartões amarelos: Renato Cajá, Ygor Vinhas (Ponte), Vitinho Mesquita, João Pedro  (Paraná)

Público: 2479 torcedores

Renda: R$ 32.840

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS