Camilo enfatiza: “Campeonato ainda é longo e não podemos perder o foco”

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta treina no Majestoso na manhã desta segunda (2) e Às 13h20 segue caminho para Viracopos, onde o time embarcará rumo ao estado de Santa Catarina para enfrentar o Criciúma na noite de terça. O objetivo da equipe é vencer o time da casa para emendar a segunda vitória seguida e dormir no G4 – posição que, se conquistada, poderá manter dependendo dos demais resultados na rodada, que inclui um confronto direto entre o quarto colocado Sport e o líder Red Bull Bragantino.

“Viramos o turno um pouco abaixo do que esperávamos e esta vitória inicial já foi importante para a retomada da nossa caminhada ao acesso. Mas o campeonato é longo e não podemos perder foco”, alerta o volante Camilo, que teve atuação elogiada na vitória por 1 a 0 contra o Coritiba, no último sábado no Majestoso.

Vindo da Base alvinegra para o time de cima, para onde foi alçado neste ano, o atleta se diz muito satisfeito por ter sido mantido na equipe por Gilson Kleina. “Estou muito feliz jogando, ainda sou novo e essa sequência de titular para mim é muito importante”, pontua o jogador, acrescentando que espera colaborar ainda mais com a equipe.

O defensor Henrique Trevisan, que neste último jogo permaneceu no banco, também endossa a visão do colega em relação ao acesso.  “A expectativa é boa, o Gilson é grande treinador. Tivemos oscilações, mas agora é vida nova, temos o resto do turno pela frente para buscar regularidade, voltar ao G4 e conquistar o acesso”, afirma.

Trevisan, que é zagueiro de origem, mas em jogos recentes atuou como lateral, diz que está à disposição do treinador para onde for mais necessário. “Para mim é independente, atuo onde o time precisar de mim, da forma que o treinador precisar. Nunca tive a oportunidade de trabalhar antes com o Gilson Kleina, apenas joguei contra quando estava em outros times, mas ele veio para agregar, conhece a casa, a torcida, o time. Então acredito que com ele vãos conseguir a regularidade e voltar para o G4”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS