Ponte perde por 1 a 0 e fica a três pontos do G4

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta perdeu por 1 a 0 do CRB na noite desta quarta (21). O gol do adversário foi marcado no primeiro tempo por Ferrugem, que não comemorou em respeito à camisa pontepretana, que já vestiu.  A Macaca teve muito mais intensidade no segundo tempo, pulando de duas para mais de vinte finalizações  e muito mais posse de bola (70%), mas não conseguiu balançar as redes, até mesmo em função de ótimas defesas do goleiro oponente, Vinicius Silvestre, que também passou pela alvinegra.

Com o resultado, a Ponte permaneceu com 26 pontos e ficou na sétima posição (com o mesmo número de pontos do sexto colocado, o próprio CRB), e está a três pontos do G4. O time do técnico Jorginho volta a campo neste sábado à noite, mais uma vez no Majestoso, contra o Sport.

O jogo

Já no primeiro lance, a Ponte foi pra cima com Marquinhos, que fez jogada individual pela esquerda e passou para Gerson Magrão. Na sequência, o camisa 8 foi desarmado. Aos quatro, Arnaldo deu passe em profundidade para Roger, que passou para  Matheus Vargas, mas não houve conclusão. Aos sete, Camilo arriscou chute de longe, mas o goleiro adversário defendeu. Três minutos depois,  o atacante Léo Ceará ficou cara a cara com o Ivan e mandou chute forte para bela defesa do camisa 1 alvinegro.

Aos 13, o lance mais agudo da Ponte até então. Diego Renan cobrou lateral para dentro da área e no corte adversário a bola foi para trás, para Camilo finalizar rente à trave direita. Ironicamente, no minuto seguinte o CRB chegou ao gol com Ferrugem, que bateu sem chance para Ivan. Em respeito à camisa que já defendeu, o jogador não comemorou.

Aos 23, Diego Renan fez levantamento para dentro da área em cobrança de falta, mas o goleiro oponente segurou. Aos 24m Arnaldo acionou Marquinhos pelo lado esquerdo e o atacante mandou uma bomba para o gol,mas o goleiro defendeu. Aos 26, Roger recebeu dentro da área e no giro para chutar acabou no chão.  A torcida da Ponte pediu pênalti, mas o juiz não deu nada.

Aos 27, em jogada rápida Marquinhos abriu para Diego Renan, que cruzou na área para Roger. O camisa 9 dominou e chutou e a bola passou com perigo. Aos 29, Marquinhos mais uma vez fez jogada rápida pela esquerda e cruzou na área. A defesa cortou e  Gerson Magrão pegou a sobra e chutou, mas a bola explodiu na defesa.

Aos 34, Marquinhos passou a bola entre as pernas de Daniel Borges e na sequência caiu, pedindo falta que o juiz não deu.  Gerson Magrão pegou a sobra e levantou na área tirando o goleiro do lance, mas a defesa cortou. No minuto seguinte, Marquinhos fez nova jogada individual pelo lado esquerdo, levou a bola ao fundo do campo a desviou, por pouco não pegando o goleiro adversário de surpresa. A última chance da Macaca no primeiro tempo fi aos 44, quando Matheus Vargas passou para Marquinhos, recebeu de volta e chutou, mas a bola passou por  cima do gol.

A Macaca voltou Ponte com reestréia de Rafael Longuine, que já foi pra cima do adversário e fez com que Victor Ramos rifasse a bola. NA sequência, Camilo jogou no meio para Marquinhos, que não conseguiu concluir a jogada para Arnaldo. Aos dois minutos, Matheus Vargas chutou de longe e Vinicius Silvestre defendeu em dois tempos.

Aos oito, Marquinhos tentou avançar pela direita e foi derrubado.  Na cobrança da falta, Diego Renan cruzou a bola na área, a defesa cortou de volta para ele, que cabeceou na área, mas o árbitro marcou impedimento de Roger. Aos 15, a Macaca só não empatou graças a defesa incrível de Vinicius Silvestre. Diego Renan recebeu na entrada da área e soltou um canhão de perna direita, que o goleiro adversário espalmou com dificuldade.

Aos 21, Matheus Vargas levantou para dentro da área, Roger ajeitou de cabeça e a bola sobrou limpa para Rafael Longuine. O meia chutou com perfeição e Vinicius Silvestre defendeu por muito pouco, usando o pé. A Ponte continuou pressionando ecom mais volume de posse de bola, mas o gol não saia. Aos 38, Gerson Magrão recebe pelo lado esquerdo e cruzou na área para Roger. O atacante disputou com Victor Ramos e pediu pênalti no lance, mas o árbitro mandou seguir.

Aos 34, o estreante Everton passou pelo alto para Gerson Magrão, que mandou para o gol, mas o arqueiro oponente defendeu. Aos 36, maisuma vez quase saiu o gol. Em cobrança de falta, Everton rolou para Longuine, que mandou uma bomba. A bola sobrou para Matheus Vargas, que finalizou, mas a zaga se interpôs entre a bola e o gol. Na sequência, Airton chutou por cima.

Aos 41, Gerson Magrão cobrou escanteio para dentro da área e a defesa cortou. Na sobra, Everton tentou o chute, mas acabou travado. Aos 44, Diego Renan cruzou pelo lado direito e a bola passou por toda a área sobrando para Marquinhos, que chutou por cima do gol. Aos 46, Everton encontrou Diego Renan pelo lado direito. O lateral cruzou a bola, mas a defesa adversária cortou. Placar final: Ponte 0 x 1 CRB,

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ivan, Arnaldo (Everton), Airton, Reginaldo e Diego Renan; Washington (Rafael Longuine), Camilo (Tiago Real), Gerson Magrão e Matheus Vargas; Marquinhos e Roger. Técnico: Jorginho.

CRB:  Vinicius Silvestre; Daniel Borges, Wellington Carvalho, Victor Ramos e Igor; Claudinei, Lucas Abreu, Ferrugem (Lucas Siqueira) e Alisson Farias (Júnior);  Felipe Ferreira (Willie) eLéo Ceará. Técnico: Marcelo Chamusca.

Gol: Ferugem, aos 14 minutos do primeiro tempo.

Arbitragem: Heber Roberto Lopes apitou a partida, com Henrique Neu Ribeiro e Johnny Barros de Oliveira como auxiliares. Quarto árbitro: Rodrigo Gomes Paes Domingues.

Cartões amarelos: Marquinhos (Ponte); Lucas Abreu (CRB)

Público total – 3151

Renda – 37.175,00

Público pagante – 2864

Não pagante – 287

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS