Atacante Marquinhos alerta que clássico já ficou para trás e que o foco é vencer o Figueirense: “Não adianta ganhar o dérbi e perder os outros jogos”

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

O corte de Marquinhos no fundo do campo, que fez o zagueiro adversário deslizar para fora, e o passe na sequência para Matheus Vargas fazer o gol da vitória do dérbi ficaram marcados na memória de quem viu o jogo, além de terem gerado vários memes e brincadeiras na Internet. Mas o tempo de celebrar a vitória já passou, conforme alerta o próprio atacante.

“A gente vinha de um período de muita cobrança e a vitória serviu para dar estabilidade e tranquilidade para nós trabalharmos, mas temos que manter o foco: não adianta ganhar o dérbi e perder os outros jogos. Vamos enfrentar o Figueirense lá nesta quinta e queremos voltar com três pontos”, destaca.

O meia-atacante alvinegro sabe que a tarefa não será fácil enfrentar o Furacão nos domínios do oponente. A Ponte tem dois desfalques por cartão – o volante Edson e o meia Roger  – e o zagueiro Renan Fonseca e o lateral Guedes, contundidos, estão no DM e podem vir a desfalcar o time. A equipe adversária, que no vence há seis jogos, promete vir para cima da Macaca e, ainda que nos bastidores se comente que há insatisfação dos catarinenses com salários atrasados, Marquinhos sabe muito bem que esse fator não deve ser levado em conta.

“Na minha opinião eles chegam até mais fortes. Aqui mesmo, quando o salário não estava tão certo, a gente estava em um momento legal: o time se une ainda mais nesses momentos de dificuldade. Então é encarar com muita seriedade e empenho para tentar pontuar o máximo possível nesta reta final de turno e se manter ali no bolo, chegando no G4 o quanto antes”, afirma.

O elenco pontepretano treina nesta manhã no Majestoso e na sequência viaja para São Paulo, de onde seguirá o vôo para Santa Catarina. Apesar de o dérbi já estar no passado, Marquinhos finaliza revelando que ficou surpreso com a rivalidade do clássico, que até então só conhecia de ouvir falar.  

“Joguei o dérbi de São Paulo quando estava na Base do Corinthians, contra o Palmeiras, mas aqui é uma sensação única. A semana foi diferente, a cidade vive muito o dérbi. Por onde eu passava, a galera falava disso. Sinceramente achei que não fosse desse nível, me surpreendeu bastante e fiquei feliz de conseguir ajudar a Ponte a conquistar a vitória.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS