Titular na zaga para o dérbi, Reginaldo alerta: equipe que se impuser e quiser mais a vitória sairá vencedora, independentemente da situação em tabela

Foto:PontePress:LuizGuilhermeMartins

A Ponte Preta segue treinando e respirando dérbi: faltando três dias para o 194º clássico da história, o foco é total na conquista de uma vitória. Contudo, o zagueiro Reginaldo – que já venceu o rival em duas ocasiões, com direito a gol, e empatou em outra – alerta que retrospecto e tabela não ganham jogo.

“Clássico se decide em detalhe e a equipe que se impuser mais e quiser mais a vitória terá mais chance de sair vencedora, independentemente de situação em tabela ou do passado. Estamos trabalhando duro nestes dias que antecedem o jogo e vamos fazer de tudo para sair com a vitória”, pontua o jogador.

Ele acrescenta que a Ponte vai em busca dos três pontos independentemente do adversário ser o Guarani, já que precisa do resultado para colar no G4.  “Estávamos vindo de resultados negativos, tivemos queda de rendimento em algumas partidas e um empate no último jogo. Então se fosse o Sport o próximo adversário, por jogar em casa e pelo que queremos na competição, teríamos também a obrigação de ir em busca dos três pontos.”

Porém, destaca o defensor, justamente por ser um dérbi a atenção tem de ser redobrada e,a força da torcida – mais de 10,5 mil pontepretanos já estão com ingressos na mão para a partida – pode fazer a diferença. “Clássico não tem favorito, mas gosto de jogar com casa cheia, com estádio lotado. Você sente um frio na barriga e no nosso estádio, com a torcida nos apoiando desde a nossa chegada, é sensacional”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS