Ponte Preta Internacional: Macaca recebe atletas do Caribe para capacitação, em programa de parceria com o Ministério de Relações Exteriores

Foto:PontePress

Que a Ponte Preta é amplamente conhecida internacionalmente não é novidade, mas quem estiver de passagem pelas categorias de Base neste mês de julho talvez se surpreenda ao ouvir um sotaque caribenho. É que os jovens Javern Matthew, de 18 anos, e Tijani Fahie, de 20, ambos naturais da ilha de São Cristovão e Neves, estão passando por um estágio e curso de capacitação nas categorias de Base pontepretanas.

“É um projeto do Ministério das Relações Exteriores ao qual a Ponte aderiu, realizado em cooperação com vários países. Trata-se de uma atividade de relacionamento internacional importante, sem custos ou remunerações, e no nosso caso o país desses dois rapazes foca no desenvolvimento do futebol e a Ponte Preta era uma parceira ideal para recebê-los”, diz o presidente pontepretano José Armando Abdalla Júnior.

Matthew e Fahie estão passando uma semana em cada categoria e permanecerão no Brasil até o final deste mês de julho. “Este projeto de capacitação e estágio é feito diretamente via Itamaraty e estamos estreitando os laços para que o nome da Ponte Preta e do Brasil cheguem cada vez mais longe. Esta prevista, inclusive, uma visita ao Majestoso do coordenador-geral de Turismo e Esporte do Ministério das Relações Exteriores, Rubem Amaral”, acrescenta o diretor de Marketing Eric Silveira, um dos responsáveis pela parceria

 A Ilha de São Cristovão e Neves é o menor país soberano da América, tanto em extensão territorial quanto em número de habitantes – são cerca de 55mil pessoas, distribuídos em 261 quilômetros quadrados entre a ilha de São Cristovão (também chamada Saint Kitts ou Saint Christopher) e a ilha de Neves (ou Névis). Antes uma colônia do Reino Unido, o país declarou independência em 1983 e a língua oficial é o inglês caribenho.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS