Jorginho destaca influência da arbitragem na derrota de terça, mas ressalta: “A responsabilidade é minha como treinador, perdemos três pontos importantíssimos e agora vamos correr atrás, não há motivo para desespero”

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Frustração. Esse é o sentimento que ficou tanto para o torcedor quanto para o time e o técnico Jorginh após a derrota de ontem (23) para o Red Bull Bragantino. Não à toa: se uma vitória deixaria a Macaca em primeiro lugar, a derrota não só interrompeu uma invencibilidade de nove partidas como jogou o time para a quinta colocação do campeonato. E, na opinião de Jorginho, o sabor amargo é ainda maior porque a arbitragem influenciou diretamente o resultado.

“Fizemos um primeiro tempo excelente, no qual podíamos ter matado o jogo, e em minha opinião o gol anulado do Roger era legal, o Aderlan dava condição, mas sem VAR temos que nos sujeitar a isso. No segundo tempo também tivemos chance de matar o jogo, mas no momento em que tínhamos que ter tranqüilidade não tivemos, e tomamos o gol de empate em falta inexistente. Por fim, ainda não tivemos um pênalti claro no Roger não marcado. Se tivesse VAR, tínhamos vencido por 3 a 2”, lamenta o treinador.

Jorginho, porém, não esconde que a Macaca teve falhas. “Infelizmente ocorreu um relaxamento natural na marcação por estarmos com um jogador a mais e isso não pode acontecer. Eu havia alertado atletas para manter a marcação, ter paciência e cansá-los, mas o Bragantino teve a falta inexistente dada e eles marcaram. Aí nos perdemos no jogo, mesmo com superioridade numérica. Time com um jogador a mais não pode tomar gol de rebote”, diz.

Contudo o comandante alvinegro destaca o próprio encargo e enfatiza que a hora é de pensar nos próximos resultados. “Independentemente de qualquer coisa, o resultado é minha responsabilidade como treinador. Perdemos três pontos importantíssimos e a chance de liderar, agora temos que correr atrás. É muito ruim sair do G4, mas estamos confiantes no nosso trabalho.”

Jorginho finaliza com uma mensagem para a torcida pontepretana, que teve presença maciça ontem em Bragança e deu um verdadeiro espetáculo, apoiando o time integralmente. “Não é momento de desespero e sim de mantermos nossa cabeça no lugar. Agradecemos imensamente ao torcedor, que esteve no estádio adversário, torceu e nos apoiou o tempo inteiro. Esperamos voltar a dar alegria ao torcedor rapidamente e que ele que esteja de volta ao Majestoso nos apoiando no próximo dia 30 de julho contra o  América Mineiro”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS