Autor do terceiro gol da Macaca na vitória de sexta, Atacante Roger ressalta: “Ninguém aqui está de salto alto, sabemos que só venceremos batalhando, trabalhando e suando muito, e faremos isso”

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta volta a campo na noite desta terça (16) e quer mais uma vitória no Majestoso para se consolidar no G4 e seguir na luta pela ponta de cima da tabela. Sem tempo para descanso, o elenco alvinegro treina firme e quer conquistar a segunda vitória seguida em casa depois da parada da Copa América, mantendo  invencibilidade em Casa e seguindo firme na luta pelo acesso à série A.

“Queremos seguir nessa  toada, tranquilos e com os pé no chão., Nosso time tem tido o encaixe ideal nesta série B e o torcedor pode confiar: ninguém aqui está de salto alto, sabemos que só venceremos batalhando, trabalhando e suando muito, e faremos isso”, diz o atacante Roger, que marcou o terceiro gol da Macaca na vitória contra o Oeste na noite da última sexta.

O camisa 9 enfatiza que o pensamento do elenco é fechado na conquista de mais três pontos contra o Atlético Goianiense. “Sabemos que o jogo é contra uma equipe qualificada, mas vamos fortes para o jogo, nossa meta inicial neste retorno é vencer os dois em casa e falta um. Duas vitórias agora são importantes, pois podem nos capacitar a buscar a liderança contra o Bragantino Red Bull na sequência”, avalia.

Roger acredita que o “recesso” de um mês não afetou negativamente a Macaca, como ficou confirmado na vitória da última rodada.   “Na minha opinião um time que  está arrumado não se desarruma numa parada destas. Quem estava desarrumado é talvez possa ter melhorado, mas tenho assistido aos jogos e acho  que a tendência é que quem está na frente vá brigar pelas vagas no G4 até o final”, diz.

Ele conclui: “Nossa equipe está organizada , bem preparada, todo mundo está na ponta do caso e precisamos sempre do apoio da torcida. Chamo o torcedor pra vir nos apoiar na noite de teça, sei que o horário é complicado, mas peço ao nosso torcedor para que possa fazer um esforço de estar no estádio e nos dar força. A gente está maduro, o projeto Ponte Preta é Série A e o importante é vencer para colocar a Ponte na primeira.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS