As futuras meninas do Brasil: Ponte vai ter Primeira Franquia de Futebol Feminino nas categorias SUB12 ao 17 ; seletiva ocorrerá em julho

A Seleção Brasileira Feminina de Futebol vem fazendo bonito há tempos e o Brasil precisa investir na categoria. Pensando nisso, a Ponte Preta está lançando de maneira pioneira  em Campinas um Programa de Excelência em Treinamento de Futebol Feminino, para meninas das categorias SUB12, 13, 14, 15, 16 e 17. O projeto será sediado, através de sua primeira franquia da categoria, nas instalações do Clube Paineiras.

“O futebol feminino merece ser prestigiado e precisa crescer. Atletas maravilhosas como Marta, Cristiane e Formiga eventualmente encerrarão seus ciclos e o país precisa de novas gerações de atletas, com uma boa formação em futebol. Por isso estamos fazendo uma nova franquia aqui em Campinas, que inicialmente oferecerá aulas tanto de futebol de campo quanto de salão na unidade Paineiras, quanto futebol de campo no Bonfim”, conta Eric Silveira, diretor de Marketing Alvinegro.

André Carelli, diretor social alvinegro que também participa da implementação da franquia e é um dos responsáveis pelo projeto de revitalização da unidade Paineiras, conta que a primeira seletiva já tem data para ocorrer. “Os detalhes serão divulgados em breve, mas os dias já estão certos: a seletiva inicial ocorrerá de 15 a 19 de julho no Paineiras. Acreditamos que neste primeiro momento teremos em torno de 110 alunas das mais diversas idades”, diz Carelli.

A franquia de Futebol Feminino está sob comando do treinador Carlos Alberto Myasada, o Maguila, que é amplamente conhecido no mercado do futebol feminino. Além da formação acadêmica – é formado em Educação Física pela Unicamp e tem especialização em várias modalidades – Maguila tem passagem por diversos times de futebol do Brasil e do mundo, tendo inclusive estagiado nas Comissões Técnicas das Seleções da Ucrânia e até mesmo ter sido técnico infantil do Japão.

“As expectativas são ótimas e é importante dizer que acreditamos no projeto, não se trata de um modismo. Estamos certos de que a Seleção Brasileira, em especial neste mundial, chamou muita atenção e despertou o interesse de muitas meninas pelo futebol, mas queremos ir além disso. O Brasil precisa formar novas grandes atletas e estamos certos que muitas delas surgirão das escolinhas da Ponte Preta”, acredita Maguila.

O diretor de Marketing Eric Silveira finaliza revelando que a Ponte pretende levar as escolinhas de Futebol Feminino para outras cidades brasileiras. “É um trabalho pioneiro na nossa região e, se tudo ocorrer como planejamos, a ideia é expandir para outros municípios inclusive em outros estados, como já ocorre com as franquias das escolinhas da Macaca masculinas”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS