Macaca faz o primeiro jogo em casa pela série B e quer iniciar nesta noite, contra o Criciúma, uma sequência positiva para a arrancada inicial na competição

PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta entra em campo na noite desta quinta (2), no primeiro jogo do Brasileiro da série B realizado no Majestoso, com a missão de vencer o Criciúma e dar início a uma sequência positiva que para consolidar a “arrancada” que todo o time deseja antes da parada para a Copa América. É senso comum entre Comissão Técnica e jogadores que sair na frente e acumular pontos neste início de competição é fundamental para chegar  – e se manter – no G4 o quanto antes, por isso todo o foco para  o embate das 21 horas é na vitória.

“Dentro de casa temos que mostrar nosso valor, nossa camisa na série B é muito pesada e temos que pensar no campeonato todo, vencer para nos colocar lá em cima”, diz o atracante Renato Kayser, acrescentando que acredita que a Macaca pode, sim, chegar aos 16 pontos que o técnico Jorginho estipula como meta para o time nos primeiros oito jogos: “Temos responsabilidade e capacidade para chegar nos 16 pontos, é possível, mas temos que começar  balançando as redes hoje.”

Kayser acrescenta que na estréia o time acabou sendo um pouco vitimado pela própria ansiedade, algo que não pode se repetir logo mais. “Acredito que poderia ser uma estréia melhor, faltaram algumas coisas no primeiro tempo, sofremos com um pouco de ansiedade. Mas no abalamos após o primeiro gol e isso não pode ocorrer. No segundo tempo fomos bem, mas não conseguimos colocar a bola para dentro. Então hoje temos que jogar o tempo todo como no segundo tempo da estreia, mas marcando gols”, afirma.

O também atacante Julio César segue a mesma linha de Kayser. “A ansiedade do jogo de estréia passou, ali tentamos de toda forma fazer gol no segundo tempo e não conseguimos, mas hoje tem que ser diferente. Sabemos que o Criciúma é um bom adversário e que o Kleina monta grandes times e fez um bom trabalho aqui no ano passado, mas estamos ligados pra buscar os pontos que nos escaparam em Curitiba”, enfatiza.

Júlio César reforça a necessidade do apoio do torcedor no primeiro jogo do Brasileiro no Moisés Lucarelli. “O torcedor nos empurrando faz a diferença, o jogador se motiva mais, sente o torcedor do lado e tem mais confiança para fazer jogada. Sabemos que nossa torcida está com a gente e contamos com ela para fazer uma grande partida e conquistar os três pontos nesta noite.”

O jogador finaliza falando da importância real de vencer logo mais.”Série B tem que ganhar sempre, tem sempre que estar pontuando, é complicado perder em uma competição de pontos corridos. Então todos nós queremos o acesso e é disso que vamos em busca, deixando de lado a ansiedade que as bolas vão entrar”, conclui.

Os ingressos do jogo de logo mais estão sendo vendidos a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Nas bilheterias do estádio, até o início do segundo tempo. O torcedor que não estiver presente no estádio pode acompanhar tudo, com entrevistas exclusivas, pela Rádio 1900, a Voz da Macaca, em FM 96,5 e 98,3.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS