Diego Renan destaca: “A série B é difícil, mas estamos cientes da nossa responsabilidade e precisamos pontuar bem desde o começo”

Foto:PontePress/ÁlvroJr.

A Ponte Preta retoma os treinamentos na manhã desta segunda (22) visando ao confronto contra o Coritiba, para o qual agora falta apenas uma semana.  Experiente na disputa da série B – esta será a quarta vez que disputa a competição – o lateral Diego Renan é um dos que enfatiza a importância de uma boa largada alvinegra, mesmo o primeiro jogo sendo na casa do adversário.

“O futebol vive de resultados e nosso objetivo nestas semanas de treinamento tem sido aprimorar e evoluir para começar a competição sem deixar escapar pontos,  desde o início. Em  campeonato de pontos corridos se não tiver uma boa largada não é fácil correr atrás depois, e nosso  ano passado é exemplo disso. Então a concentração tem que estar lá em cima para conquistar pontos em casa e fora de casa também”, destaca.

O jogador fala um pouco sobre as diferenças entre a série B de 2018 e a deste ano.  “Acho que agora em 2019 o campeonato está bem mais competitivo, com mais equipes de alto nível e mais difícil que no ano passado, mas nosso time está bem qualificado. Estamos trabalhando correta e seriamente, cientes da nossa responsabilidade. Precisaremos começar bem, evitar oscilações e, quando elas existirem,fazer com que passem o mais rápido possível.”

Além do nível, o latral pontua outro diferencial do ano: a parada da Copa América. “Teremos oito jogos e depois para tudo, então é ainda mais importante pontuar bem nesse começo. Precisamos estar sempre brigando nas primeiras posições para poder ter uma certa tranqüilidade para trabalhar. E temos que  pensar na vitória partida a partida: não existe um pior adversário, todos são bem difíceis”, avalia.

O jogador finaliza falando da disputa sadia que mantém com outros laterais da equipe, entre eles o jovem Abner, que vem se destacando na posição. “Disputa com base é muito bom, eu jJá passei por essa disputa como atleta de base dez anos atrás e sei que os jovens jogadores que saem destas categorias se destacarem é bom  para o time e para a instituição.Além disso, o Jorginho pode ver que tem boas opções, que o grupo está bem qualificado e pode dar alegria ao torcedor”, conclui.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS