Ponte perde da Aparecidense e agora foca na semifinal do Torneio do Interior e no Brasileiro da série B

Foto:reprodução

Jogando mais uma vez contra a Aparecidense pela Copa do Brasil, a Ponte Preta perdeu por 2 a 0 para o time da casa na noite desta quarta-feira (3) e se despediu definitivamente da Copa do Brasil. A Macaca fez um bom primeiro tempo, mas a equipe adversária foi melhor na segunda etapa.

 A equipe de Jorginho agora volta as atenções prioritariamente para o Brasileiro da série B, no qual estréia contra o Coritiba, no Paraná, no final de semana de 26 de abril.  Antes, porém, enfrenta o Oeste às 19 horas no Majestoso, no jogo de volta das semifinais do Torneio do Interior do Campeonato Paulista

O jogo

A Ponte começou indo pra cima da Aparecidense e logo no primeiro minuto Diego Renan cruzou bola na área adversária, mas ninguém chegou a tempo para concluir.  Aos 5, Edson chegou a balançar as redes do adversário, mas o juiz marcou falta de ataque antes da conclusão do lance e o gol não valeu.

Aos 9, Diego Renan pegou rebote e chutou bem para o gol, mas Wallace defendeu. A Ponte seguia pressionando e a Aparecidense tentava os contrataques. Aos poucos, porém, o adversário se adiantou e o jogo ficou mais embolado para a Macaca. Aos 25, Gerson Magão saiu em bom contrataque, mas foi parado com falta. A partida seguia truncada e aos 43 Matheus Oliveira arriscou de fora da área, mas mandou longe do gol. Sem ninguém mexer no placar, o primeiro tempo terminou aos 47.

No segundo tempo, a Aparecidense começou forte e pegou a Macaca de surpresa aos 7 minutos: Moisés enfiou a bola na área e Henrique chutou sem chance para Ivan defender. Aos 12, Gerson Magrão cobrou escanteio e Renan Fonseca desviou de cabeça na área da Aparecidense, mas o goleiro Wallace defendeu.

Aos 24, Hugo Cabral finalizou bem  quase empatou, porém três minutos depois, aos 27, Washington mandou uma bomba para o gol de Ivan, que não conseguiu defender: 2 a 0 para a Aparecidense.  A Ponte não desistiu de buscar o gol, mas encontrava dificuldade de chegar ao gol adversário, e o gramado ruim dificultava os passes. Aos 40, após jogada de Thalles e Diego Renan, Renan Fonseca desviou de cabeça, mas Wallace defendeu. Aos 48, Thalles chutou forte contra o gol adversário, mas Wallace espalmou para escanteio. Na cobrança, Lyncon pegou bem e ainda teve a última chance de diminuir, mas o arqueiro adversário defendeu 

Ficha do jogo

PontePreta: Ivan, Luís Ricardo, Reginaldo, Renan Fonseca e Diego Renan; Nathan (Tiago Real), Matheus Oliveira (Hugo Cabral), Edson e Gerson Magrão; Giovanni (Lyncon) e Thalles. Técnico: Jorginho.

Aparecidense: Wallace, Rafael (João Victor), Robson, Felipe e Mário;  Tiago e Wagner; Aleilson (Uederson), Washington e Alex (Rairo); Nonato. Técnico: Edson Júnior

Gols: Henrique, aos sete minutos, e Washington, aos 27 do segundo tempo.

Arbitargem: Péricles Bassols Cortez (PE).

Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE).

Carões amarelos: Edson, Nathan, Thalles,  Gerson Magrão, Lyncon (Ponte); João Victor (Aparecidense)

Público:3.337 pagantes (3.973 presentes)

Renda: R$ 17.600,00

Estádio Anibal Toledo, em Goiás

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS