No último jogo da 1ª fase do Paulistão, Ponte Preta enfrenta o Palmeiras fora de casa nesta quarta (20)

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta entra em campo para enfrentar o Palmeiras na noite desta quarta (20), em São Paulo, em uma situação irônica. Quarta colocada geral na competição, com 19 pontos, a Macaca ocupa a terceira posição do grupo A e, como apenas os dois primeiros de cada chave seguem em frente,  não estará na próxima etapa da competição, uma vez que Red Bull  (24) e Santos (23) já garantiram as vagas. Se estivesse, porém, no grupo do próprio Palmeiras, estaria na segunda colocação e , caso fosse das chaves C ou D,seria líder isolada. O técnico Jorginho, porém, destaca que as regras são essas e que, independentemente de estar classificada ou não, a Macaca entrará em campo às 21h30 de hoje com o mesmo empenho que tem demonstrado nas últimas rodadas, em busca de uma vitória contra o Palmeiras.

“Estamos vindo de uma sequência de três vitórias e vamos com força total. O objetivo é colocar força máxima em campo e que todos entrem muito concentrados, encarando o jogo como uma decisão. Não estamos classificados, mas é um jogo importantíssimo, será visto por todo mundo e jogar contra o Palmeiras no campo deles é uma motivação muito grande. Ali já ganhei e já perdi, e hoje quero ganhar de novo”, pontua o treinador.

Jorginho não poderá contar com três atletas nesta noite: o volante Edson está suspenso pelo terceiro amarelo, o meia Matheus Vargas e o lateral Giovanni estão fora por contusão. “E claro que se tiver algum jogador com dores que impeçam de participar e fomos orientados pelo DM vamos ouvir, não queremos que ocorra o que ocorreu com o Vargas. Porém queremos ir com o melhor, vai ter tempo pra descanso depois. A realidade do futebol é que você é tão bom quanto seu último resultado, então precisamos mostrar um bom futebol de novo hoje contra o Palmeiras, que também quer ganhar pra ter pontuação melhor: temos que entrar forte.”

Os jogadores alvinegros endossam o discurso do treinador. “Estamos determinados a fazer um bom jogo contra o Palmeiras, para fechar bem a nossa participação no Paulistão. Também será uma grande uma ótima oportunidade de nos prepararmos para o Campeonato Brasileiro, que é o nosso grande foco no ano e que proporcionará desafios maiores. Evoluímos muito neste início de temporada e já melhoramos muitas questões, mas sempre precisamos estar em constante crescimento, com muita dedicação. Daremos o nosso melhor dentro de campo hoje, assim como foi na grande vitória contra o Guarani, para que possamos fazer bonito e mostrar para o torcedor que, neste ano, vamos fortes em busca da conquista do acesso à série A”,  diz o volante Nathan.

A partida da noite de hoje tem transmissão aberta pela TV Globo e terá cobertura das rádios esportivas de Campinas – AM 1170, 870 e 1270, bem como FM99,1 – e webradios.

Torneio do Interior

Indubitavelmente o melhor time do Interior que ficou de fora da segunda fase do Paulista – uma vez que acima dela só está o Red Bull, já classificado –  a Ponte Preta deverá ser cabeça de chave no Torneio do Interior, promovido pela Federação Paulista de Futebol, no qual há possibilidade inclusive de haver outro dérbi. Sem desvalorizar a competição, tanto a diretoria alvinegra quanto Jorginho ressaltam que o foco da Ponte Preta agora é a Copa do Brasil (no próximo dia 3, ocorre o confronto contra o Aparecidense) e o Brasileiro da série B.

“É um consenso da comissão técnica e da diretoria que precisamos dar ritmo a alguns jogadores. Nossa prioridade é a Copa do Brasil e o Campeonato da Série B, ent~çao no Torneio do Interior vamos trabalhar forte nisso. Importante dizer que não estamos ‘ testando’ jogadores que não aturam muito, pois todos já treinam comigo, não precisamos de testes. A ideia é dar ritmo, pois precisaremos de todos nas competições nacionais”, diz o treinador.

Ele detalha, por exemplo, a situação da dupla de zaga. “Renan e Reginaldo não tiveram descanso algum, jogaram o tempo todo, e ao mesmo tempo o Airton e o Trevisan ficaram de fora e estão sem ritmo. Precisaremos de todo o elenco no Brasileiro então queremos usar o Torneio do Interior para dar esse ritmo. Claro que dependendo da distância entre jogos poderemos colocar também alguns atletas que estão atuando regularmente, mas o foco é atuar mais com os que precisam realmente ganhar esse ritmo ”, diz.

Jorginho destaca ainda que o foco dos trabalhos agora é dar mais consistência ao time. “Evoluímos bastante, mas ainda precisamos de mais regularidade, termos mais equilíbrio. Não ter altos e baixos, um time que tem pretensão de ser campeão, de ter conquistas,  tem que variar entre o regular e o bom ou muito bom. Vamos trabalhar duro pra isso, até porque nossa meta agora é clara, é levar a Ponte para a série A e de preferência conquistando o título da série B.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS