Futuro promissor: mais de 150 crianças de escolinhas de futebol fazem estes para SUB11 e 13 da Macaca e nesta segunda abre a peneira geral no Paineiras; time profissional tem seis atletas oriundos da Base no jogo contra o São Bento

 

Fotos:PontePress

 

No que depender do interesse dos futuros talentos, as novas categorias SUB11 e SUB13 da Macaca serão um sucesso garantido. Nos dois primeiros dias de avaliação destinados aos alunos das franquias (escolinhas da Ponte Preta), ontem (9) e hoje (10), mais de 150 crianças participaram das atividades no Paineiras, devidamente acompanhadas por um exército  de pais, mães, avôs e familiares em geral . Na segunda-feira, dia 11, é o primeiro dia das peneiras gerais para os nascidos de 2006 a 2008: os interessados devem comparecer ao Paineiras  munidos da documentação exigida (veja mais abaixo) para se inscreverem e as atividades/avaliações serão agendadas de amanhã até o dia 15.

“Logo que assumi a presidência do clube ressaltei o quanto a Base é fundamental para a Ponte Preta e esta retomada das categorias mais jovens é fundamental para que descubramos talentos ainda mais cedo e, em paralelo, aumentemos nossa base de torcedores entre a garotada. Além disso, estas atividades estão sendo desenvolvidas no Paineiras como parte da revitalização da unidade”, ressalta o presidente José Armando Abdalla Jr.

 

O diretor da Basa, Jaime Tadao Muruyama, enfatiza o quão importante é a retomada do SUB11 e do SUB13. “Tínhamos um hiato nas categorias, pois até então, por mais que observássemos jogadores mais jovens, começávamos a captar para o SUB15. Acontece que os jovens atleta já assinam seus primeiros contratos de formação aos 14 anos e com isso muitas vezes se comprometem com outras equipes. Por isso é essencial  termos as categorias mais jovens”, pontua.

O coordenador das categorias de Base da Ponte Preta, Fábio Barrozo, endossa o discursos dos dirigentes e fala um pouco mais sobre o que as avaliações. “Iniciamos com os alunos das franquias das escolinhas da Ponte Preta, no sábado apenas para as de fora de Campinas e hoje para os alunos da cidade. O interesse é muito grande e os talentos também.  Estamos muito felizes com a procura , que nos dá a certeza de que o projeto já deu certo”, afirma.

Ele ressalta que na segunda-feira (11) se iniciam as peneiras gerais para crianças que não freqüentam as escolinhas da Ponte, nascidas de 2006 a 2008. “Na segunda-feira estaremos recebendo todos os interessados Às 14h30. Este primeiro dia será mais dedicado à burocracia, à verificação dos documentos, e já estaremos agendando as avaliações e atividades que vão se estender até o dia 15. Nesta idade os meninos dependem muito dos pais e têm de concatenar as agendas com as possibilidades deles trazerem e com a escola. Por isso marcaremos de acordo da melhor maneira para atender a todos”, explica Barrozo.

 

 

Ele ressalta que o foco principal do SUB11 e do SUB 13 é a parte lúdica e a possibilidade de começar a conhecer e entender como funciona o esporte organizado. “Nessas faixas etárias não se cobra título: dos nove aos 13 a atividade é mais lúdica, é pra criança gostar de futebol, se enturmar com o esporte e a atividade em grupo. Já do SUB15 ao 23 é alto-rendimento, até porque o atleta já assina contrato de formação, passa a receber ajuda de custo, salário”, relembra.

Para participar das peneiras é necessário que os jovens atletas que comparecerem amanhã no Paineiras levem atestado médico com validade de 180 dias, cópias de RG (tanto do atleta quanto do responsável) e preencher a ficha de inscrição fornecida no local. Estes documentos permanecerão com o clube. Atletas federados devem trazer atestado de liberação para participar do treino.  As inscrições são gratuitas e nos dias de treino é preciso comparecer com shorts e meião pretos, e trazer chuteira soçayte. Os coletes de jogo serão fornecidos pela Ponte e é vetado o uso de camisas ou uniformes de outras equipes que não a Macaca. Mais informações podem ser obtidas pelo email [email protected]

Seis da Base estão no profissional nesta noite

A importância da Base é vista com clareza no time profissional. O goleiro Ivan, titular absoluto da Ponte e que hoje só não joga porque está com dores na coluna em decorrência de pancada que tomou no último jogo, surgiu nas categorias mais jovens.

Independentemente da presença do camisa 1, o técnico Jorginho relacionou hoje para a equipe que enfrenta o São Bento seis atletas da Base, que estarão à disposição do treinador caso ele ache necessário:  Guilherme, Matheus Alexandre, Juninho, Abner, Lyncon e Vinicius Zanucello.

Incentivo

As categorias de Base da Associação Atlética Ponte Preta contam com apoio do PROJETO PONTE PRETA FUTEBOL DE BASE – ESTRUTURA PARA DESENVOLVIMENTO DE TALENTOS DO FUTEBOL – ANO 3,  LPIE: Nº. 75/2016, Certificado de Incentivo ao Desporto (CID) Nº. 468/2017, publicado em diário oficial em 22 de março de 2017, junto a Lei Paulista de Incentivo ao Esporte, Decreto nº 55.636/10 e Resolução SELJ nº 10, de 28 de março de 2017, e das empresas CBP Brasil/Inducol, COLORMAQ, CERATTI, VIAPOL, PILOT e KODILAR.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS