Jorginho elogia organização da equipe diante do Botafogo e destaca que a classificação ainda é possível: “Temos três jogos que podem decidir a nossa chegada”

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

A Ponte Preta conquistou na noite de ontem (4) mais uma vitória no Paulistão, dessa vez diante do Botafogo, no Moisés Lucarelli. O placar de 2 a 1 alegrou o torcedor pontepretano em pleno feriadão de Carnaval e rendeu elogios por parte do treinador Jorginho, em especial para a organização e raça do time. A Ponte marcou um gol no final do primeiro tempo e tomou empate no começo da etapa complementar, mas teve força e rapidez para reagir e ficar na frente de novo.

 

“Nós estamos em busca de um equilíbrio entre os dois tempos e, infelizmente, ainda não encontramos isso, porém não perdemos organização e nem brilho nos olhos”, diz Jorginho, que faz questão de destacar a atuação de dois atletas em especial, o autor do primeiro gol, Hugo Cabral, e o goleiro Ivan – que defendeu um pênalti no segundo tempo do jogo.

“A equipe foi muito guerreira e quero ressaltar esses dois atletas, nos quais a gente precisa muito acreditar. Primeiro o Hugo, que errou muito no primeiro tempo, mas não desistiu e marcou o gol. Isso mostra o quanto é importante a gente ter a confiança no jogador e ele acreditar em si mesmo: em  nenhum momento ele se escondeu do jogo e por isso foi decisivo. Em segundo o Ivan, que decidiu o jogo defendendo o pênalti. O jogador precisa ter confiança e essa vitória veio coroar exatamente isso, ter confiança de que é possível nós realizarmos grandes jogos.”

Jorginho também destaca os dois atletas que, logo aos nove minutos do segundo tempo, entraram em campo e alteraram a dinâmica ofensiva da Macaca. “Ganhamos excelentes possibilidades com a entrada do Júlio Cesar e do Matheus Oliveira, que tiveram uma forma diferente de jogar, mais agressiva e com profundidade e amplitude. Eles deram um trabalho enorme para a defesa do Botafogo e basicamente decidiram o jogo em uma jogada maravilhosa pelo lado direito que a gente vem treinando durante a semana”, afirma.

Agora, o elenco alvinegro folga nessa terça-feira e se reapresenta na tarde de quarta de cinzas (06) para iniciar os trabalhos visando o próximo jogo diante do São Bento em Sorocaba, o antepenúltimo jogo do Campeonato Paulista 2019.  Com o placar de ontem, a Ponte subiu a 13 pontos e, apesar de ocupar a sétima colocação geral no Paulistão, o time está cinco pontos atrás do Red Bull – segundo colocado do grupo A, ao qual a Macaca pertence – e fora da zona de classificação.

“É jogo a jogo, não adianta a gente pensar na classificação se não ganharmos as partidas. Apenas pontuar nesse último jogo não bastava, estaríamos quase fora, mas ganhando tudo é possível. Nós temos três jogos importantíssimos que podem, sim, decidir essa nossa chegada. Se ganharmos esses três jogos o Red Bull também vai ter que ganhar todos e não é tão fácil assim os confrontos que eles têm. O São Bento, com a chegada do Silas, é uma equipe mais aguerrida e eles vão ter que propor o jogo e vamos organizar a nossa equipe. De forma nenhuma vamos pensar em outra coisa que não seja esse próximo confronto”, conclui Jorginho.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS