Autor do gol da última vitória da Ponte, Hugo Cabral confia em time ainda mais forte para duelos no Majestoso

 

Foto:PontePress/LuizGuilhermeMartins

A Ponte Preta entrou na reta final de preparação para o duelo contra o Ituano, nesse domingo (24). O elenco faz neste sábado (23) o último treino antes do confronto e, com a semana cheia de trabalho, o técnico Jorginho pode observar com mais atenção a peças do elenco e projetar o time para a partida. Quem tem ganhado mais oportunidades com o atual comandante é o atacante Hugo Cabral, que inclusive foi o autor do gol da equipe campineira contra o São Paulo, na última partida disputada no Moisés Lucarelli, também pelo Campeonato Paulista. O jogador destaca o quanto é importante vencer dentro de casa, reforçando que o time fará duas partidas em sequência em Campinas (Ituano no domingo e Botafogo-SP no dia 4 de março).

“São dois jogos importantes. Sabemos da obrigação de termos de vencer dentro de casa, ainda mais nessa reta final e faltando cinco jogos. O Red Bull deu uma distanciada de cinco pontos, mas tudo pode acontecer nesses últimos jogos. Temos um fator importante, que são os confrontos em casa e não podemos pensar em outra coisa que não seja a vitória. Estamos desde segunda-feira focados para ganhar esse jogo e embolar a classificação”, afirma Hugo, que fala sobre as chances que tem recebido.

“Jorginho me passou confiança, deu moral e me conhece de jogos contra. É a primeira vez que estou trabalhando com ele, mas é um cara bem tranquilo, que tenta ajeitar as coisas no diálogo, até porque ele não teve muito tempo para preparar o time. Agora que ele teve uma semana inteira para implementar a filosofia de trabalho. Ele me pediu para que eu estivesse mais perto do Thalles, para procurar ajudar ali na frente, dar mais profundidade e estou procurando fazer o que ele tem pedido”, reforça.

O jogador entende que teve um início difícil na Ponte, mas mostra otimismo com a evolução que tem apresentado. “Sei que no começo as coisas não estavam acontecendo da maneira como eu queria. Início de temporada e é normal não estar totalmente ronto. Hoje me sinto 100% fisicamente, tecnicamente faço o que sei que posso fazer dentro de campo e fica a cargo do professor me escalar. Quero jogar e estou totalmente concentrado, com vontade, mas independentemente de quem seja, o pensamento tem que ser de vitória”, comenta.

O atacante enfatiza que as vitórias passam por um único caminho: “Só ganha se fizer gol, não tem jeito. Tenho fé em Deus que os gols vão sair naturalmente, vamos conseguir os resultados e essa chegada do Jorginho nos deu uma força a mais. É um cara que preza muito posse de bola, organização tática, joga para frente e o nosso time tem uma característica mais leve e ofensiva. Tudo isso é importante, para que domingo nós saíamos com a vitória.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS