Ponte perde a primeira partida do Paulistão 2019 e foca em reabilitação e vitória na quarta -feira, no Majestoso

Foto:MarcosRibolli

Em uma partida que chegou a ser paralisada em decorrência da forte chuva, a Ponte Preta criou boas chances no jogo desta noite de sábado (26) em Itaquera, mas não conseguiu marcar e perdeu a invencibilidade no Paulista ao tomar um gol aos 32 minutos do segundo tempo. Com o resultado, a Ponte permanece com dois pontos em três jogos e aguarda a conclusão da rodada para saber em que posição irá ficar- no momento, divide a segunda colocação com o São Caetano, atrás no saldo de gols. A  Ponte volta a campo na noite de quarta-feira, no Majestoso, em busca da reabilitação e da primeira vitória na competição.

O jogo

A Ponte começou o jogo ligada e foi para cima do Corinthians. Antes mesmo do primeiro minuto, Giovanni saiu rápido pela esquerda e passou para Thalles, que não conseguiu concluir. Na sequência, ainda no primeiro minuto, mais uma vez Giovanni entrou bem na área, mas Cássio conseguiu se antecipar. Segundos depois, Diego Renan chutou de fora da área, mas a bola foi para fora.

Aos 4, Gerson Magrão também mandou forte de fora da área em direção ao gol de Cássio, mas a bola saiu. A Ponte continuava insistindo e, ao mesmo tempo, impedia a infiltração do Corinthians, que conseguiu chegar ao campo da Macaca pela primeira vez aos 12 minutos, em bola que saiu pela linha de fundo.  Aos 18, André Castro se contundiu e Nathan entrou no lugar.

Aos 22, a chuva torrencial deixou o campo escorregadio e prejudicou também a visibilidade no jogo e, aos 25, o jogo foi paralisado. Alguns minutos depois a chuva diminuiu e a partida foi retomada. Aos 27, Gerson Magrão cruzou na área e Renan Fonseca cabeceou para o gol, mas Cássio defendeu.

No minuto seguinte, foi a vez de Ivan defender  bola escorregadia jogada na área. Aos 29, Thiaguinho se jogou na área pontepretana e pediu pênalti, mas o juiz, corretamente, não marcou. Aos 30, Gerson Magrão dominou bem e passou para Diego Renan, que não alcançou.

Aos 31, Nathan fez bom cruzamento para a área e o corintiano Marlon quase marcou contra, mas jogou para escanteio. Na cobrança, Magrão mandou na cabeça de Reginaldo, mas a defesa impediu o gol. No novo escanteio, nova bola na área e Luís Ricardo cabeceou, mas a bola foi pra fora.

Aos 42, a Ponte fez bela jogada na área adversária e Matheus Vargas conseguiu virar e chutar bem para o gol, mas Cássio defendeu. Aos 43, Gerson Magrão chutou de fora da área e Cássio rebateu nos pés de Thalles, que mandou pro fundo das redes. O juiz, porém,  marcou impedimento e anulou o gol.

A Ponte voltou para o segundo tempo com ímpeto e logo aos três Giovanni fez belo cruzamento na área e Marlon se esticou todo para tirar dos pés de Thalles, que empurraria para dentro. Na cobrança de escanteio, Gerson Magrão chutou forte, mas novamente Marlon mandou para escanteio. Aos cinco, Ivan fez boa defesa após chute corintiano.

Aos 11, Gerson Magrão aproveitou a bola que sobrou na entrada da área e batei forte, mas a bola foi  para fora. Aos 16, Ivan fez belíssima defesa em cabeceada de Leo Santos. Aos 22, Hugo Cabral, que havia acabado de entrar no jogo, deu belo chute  ao gol, mas a zaga corintiana cortou. Aos 27, Diego Renan cruzou na área e Renan Fonseca por muito pouco não abriu o placar: o zagueiro cabeceou forte no gol, Cássio se esticou todo e não pegou, mas a bola bateu na trave e saiu.

Aos 32, em contrataque, Fagner tocou  para Pedrinho na linha de fundo, que passou para Gustavo encher o pé na bola, sem chance para Ivan, que estava há seis jogos sem tomar gols. Aos 37, Diego Renan alçou bola na área adversária, a zaga rebateu e Matheus Oliveira pegou, mas chutou para fora. Tentando garantir o resultado, os jogadores do Corinthians começaram a cozinhar o jogo, caindo bastante e demorando-se a levantar.

Aos 46, a Ponte teve chance de empatar com Edson, que cabeceou para o gol após cruzamento na área, mas a bola foi por cima do gol. Aos 49, Nathan ainda conseguiu chutar de longe para o gol adversário, mas Cássio defendeu. Placar final: 1 a 0 para o oponente.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ivan; Luís Ricardo, Reginaldo, Renan Fonseca e Diego Renan;  André Castro (Nathan), Gerson Magrão, Matheus Vargas (Matheus Oliveira) e Édson;  Thalles (Hugo Cabral) e Giovanni.  Técnico: Mazola Jr.

Corinthians: Cássio; Marlon, Leo Santos (Fagner), Angelo Araos (Jadson), Gustavo e Thiaguinho; Matheus Vital Gustavo Silva (Boselli), Pedro Henrique, Danilo Avelar e Pedrinho. Técnico:  Fábio Carille

Gols: Gustavo, aos 32 do segundo tempo.

Arbitro: Salim Fende Chaves

Auxiliares: Miguel da Costa,  Evandro de Lima e Ricardo Bittencourt (4º árbitro).

Cartões amarelos: Nathan, Edson (Ponte), Thiaguinho (Corinthians)

Público: 25.865 pagantes

Renda: R$ 954.497,90

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS