Mazola Júnior analisa empate e vê entrega como qualidade no time, mas quer melhoras já para a próxima partida: “Não fizemos um jogo bom e temos que evoluir, principalmente nas transições ofensivas”

Foto:PontePress

A estreia da Ponte Preta no Campeonato Paulista 2019 foi com empate diante do Oeste jogando no Moisés Lucarelli. Com apenas 14 dias de trabalho nesta pré-temporada, o treinador alvinegro sabe que a equipe ainda tem muito que evoluir, principalmente, no que diz respeito à transição de jogo entre o campo defensivo e o ataque.   “Foi um jogo típico de começo de temporada. Tivemos apenas 14 dias de trabalho com prioridade na parte física pensando na Ponte Preta e no ano todo, não apenas nesse jogo contra o Oeste. A equipe fez uma partida, até certo ponto, burocrática, e nós pecamos em algumas coisas até pelo pouco tempo de trabalho. Não vamos dar desculpa do calor porque ele foi para as duas equipes, vamos aceitar que não fizemos um jogo bom e temos que evoluir muito principalmente em nossas transições ofensivas. Vamos agora melhorando, vendo quem vai se adaptando e se condicionando melhor”, pontua Mazola Jr.

Por outro lado, o comandante da Macaca destaca que a entrega dos jogadores dentro de campo foi o ponto alto do time nessa partida. “Estou muito satisfeito com o espírito de sacrifício que eles estão tendo e a capacidade de sofrimento. Houve atletas que acabaram o jogo em um estado físico muito debilitado, mas guerreando e sabemos que a torcida da Ponte gosta disso. É lógico que queríamos ganhar, mas estou satisfeito com esse fator: a entrega, dedicação e raça. Estou muito esperançoso de que a Ponte vai fazer um grande Campeonato Paulista e lembro que não estamos aqui pensando só no Paulista, mas no ano inteiro”, diz.

O elenco pontepretano volta aos trabalhos na tarde desta segunda-feira (21) e o objetivo é já conseguir apresentar melhoras para a próxima partida diante da Ferroviária na quarta-feira (23). “Vamos ver com calma, temos três dias para decidir o que vamos fazer em Araraquara. Com certeza vamos ter mais espaço do que tivemos no sábado e vamos tentar melhorar a equipe na transição ofensiva que foi o grande problema que encontramos. O nosso passe foi muito lento e a nossa bola andou muito lenta, o que dificulta quando não se tem espaço”, conclui o treinador.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS