Ponte enfrenta Figueirense, nessa sexta (19) no Majestoso, em jogo de “seis pontos”; ingressos a R$20 (inteira) e R$10 (meia) para a torcida empurrar a Macaca em mais um duelo

 

Foto: PontePress

A Ponte Preta enfrenta o Figueirense, nessa sexta-feira (19), às 21h30 no Moisés Lucarelli, em mais um duelo pelo Campeonato Brasileiro Série B. Mesmo vindo de duas vitórias seguidas, o que eleva a confiança, a Macaca deve encontrar um oponente difícil. Enquanto a Ponte está na 10ª colocação, com 45 pontos, os catarinenses está em 11º lugar, com 41 pontos somados.

“Estamos vindo de duas vitórias consecutivas e teremos um jogo difícil contra o Figueirense. Uma equipe que está buscando algo a mais na competição, mas precisamos nos impor e usar do fator casa. Que junto da nossa torcida façamos valer a pena o resultado e conquistemos a vitória”, afirma o lateral-direito Ruan, que se recuperou de lesão no cotovelo e surge como opção para o lugar de Igor, que machucou a coxa direita.

“A recuperação foi boa. Agradeço a Deus e aos médicos, que sempre me apoiaram e incentivaram nos tratamentos e estou 100% para jogar e dar meu melhor para a Ponte”, avalia o defensor, que acrescenta. “A equipe está muito bem para esse jogo. Sabemos da qualidade do adversário e vamos avaliar os pontos fortes do adversário e aproveitar as oportunidades que tivermos. Quero aproveitar essa chance da melhor maneira”, reforça.

O jogador também vê com otimismo a retomada dos bons resultados da equipe. “Quando se ganha, as coisas mudam naturalmente e vão para os devidos lugares. Quando se perde uma partida, volta aquela tensão. Vejo que nos ajeitamos, estão todos comprometidos para buscar o objetivo e jogo após jogo o time melhora e os resultados estão acontecendo”, afirma Ruan.

O técnico Gilson Kleina destaca o papel importante de fazer valer o mando de campo. “Quando eu cheguei aqui, precisávamos resgatar a nossa confiança e força dentro do Majestoso. O respeito tem que ser adquirido no campo. Não adianta fazer a maior palestra, a melhor preparação, se na hora da execução as coisas não acontecerem. Algumas camisas são mais cobradas, como é o caso da Ponte. É uma torcida que joga junto, mas temos que assimilar isso e resgatar a autoestima. Se não correr e não tiver o sacrifício, não teremos resultado. A pontuação vale muito nesse jogo, porque nos mantem vivo no campeonato”, afirma o comandante, que completa 155 jogos no comando da Ponte diante do Figueirense.

“É um motivo de orgulho entrar na galeria de grandes treinadores. Sabemos que a referência é o Cilinho e ser quarto em uma história centenária, me deixa lisonjeado. Sabemos como é trabalhar e vestir essa camisa. Claro que essas metas que iremos atingir é fruto do trabalho. Se a equipe tiver desempenho e resultados, se dá continuidade e uma permanência maior do clube. É isso que eu espero, que acredito e tento passar isso aos jogadores. Que quando entremos no campo, tentemos fazer o melhor, jogar futebol e deixar o nosso patrimônio feliz que é o torcedor”, completa.

Ingressos

A direção da Macaca faz mais uma promoção para o torcedor para o duelo desta sexta-feira (19), às 21h30, no Moisés Lucarelli, contra o Figueirense. Os valores das entradas de arquibancada são de R$20 (inteira) e R$10 (meia), com um detalhe: torcedor que for ao estádio com a camisa da Ponte paga meia. A partida desta noite tem transmissão prevista pela SporTV e pay-per-view. Outra opção é ouvir pelas rádios esportivas de Campinas, as AMs 870, 1170 e 1270, ou a FM 99,1. As webrádios PonteNews, Esportiva, Futebol Interior e Macacada Reunida também transmitem o duelo.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS