Ponte faz último treino nesta quinta-feira (18), antes de enfrentar Figueirense e Léo Santos destaca força defensiva da Macaca

 

Foto: PontePress

 

Na manhã desta quinta-feira (18), a equipe da Ponte Preta encerra os treinamentos para o duelo contra o Figueirense, nessa sexta-feira (19), no Moisés Lucarelli. O técnico Gilson Kleina ainda não revelou a formação que inicia contra os catarinenses, mas quem pode ganhar uma chance entre os onze que iniciam é o zagueiro Léo Santos, uma vez que Reginaldo – um dos titulares da posição – está suspenso.

“Nosso time é muito qualificado, tanto atrás, como na frente. Quem entrar vai corresponder e o nosso ponto positivo é a defesa. Sofremos poucos gols, é a segunda melhor defesa da competição e isso é importante”, afirma Léo, que ressalta a entrega da equipe. “O time todo tem se doado bastante na marcação e isso facilita atrás, para fazermos o nosso melhor”, afirma.

O jogador explica o porquê de ter pedido a titularidade ao logo da competição. “Comecei jogando e infelizmente machuquei. O Reginaldo, que entrou, foi muito bem e quem entra vai dar conta do recado. A comissão tem a confiança de todos”, conta Léo, que acrescenta. “O atleta tem que manter um padrão alto, dentro dos jogos que são feitos aqui. Quem não mantém, dá a possibilidade de outro atleta entrar e o Reginaldo deu conta do recado”, comenta o zagueiro, que está confiante em fazer um bom jogo.

“Sou um cara bem tranquilo. Vou torcer sempre para os meus companheiros, independente se eu estiver jogando ou não. O time está ido bem, eu estou bem, e vou ajudar a Ponte Preta a conquistar o objetivo”, reforça o defensor, que fala sobre o adversário da rodada. “Sabemos que o Figueirense é uma equipe muito qualificada, que está perto de nós. Temos que ter atenção, mas atuaremos em casa e temos que impor nosso ritmo”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS