Ponte treina nesta quinta-feira (4) e Tiago Real mostra otimismo com chegada de Kleina no comando técnico da Macaca

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

A equipe da Ponte Preta segue a preparação para o jogo deste sábado (6), contra o CRB, no Moisés Lucarelli e realiza mais uma atividade nesta quinta-feira (4), sob o comando de Gilson Kleina. Quem já trabalhou com o treinador, em outra agremiação, é o meio-campo Tiago Real, que avalia de forma positiva a vinda do técnico.

“O Kleina é um treinador já conhecido, tanto meu, como da grande maioria do grupo. É um treinador que já tem uma história dentro do clube, uma história vencedora, com duas passagens – sendo a primeira muito boa. Conhece a casa, a torcida e é muito mais fácil a adaptação dele. Contamos muito com ele para essa fase final. É um treinador com extrema experiência, passagens por vários clube e esperamos fazer um grande trabalho com ele”, afirma o atleta, que acrescenta.

“Restam nove rodadas e para nós se tratam de nove finais. É assim que estamos encarando, sabendo que precisamos evoluir nesse jogo, pois precisamos muito do resultado. Estamos convictos que com o Kleina, podemos fazer um grande final de ano e almejar coisas melhores”, comenta Tiago. O treinador, inclusive, disse em coletiva de imprensa que, para que se haja esse crescimento na produção do time, também é necessário um clube unido no objetivo da entidade. E Tiago reforça as palavras do treinador.

“Todos os setores tem que estarem com o mesmo foco. Precisamos que nesse final o torcedor esteja ao nosso lado. Temos uma equipe muito jovem e que tem sentido um pouco o incomodo nas partidas, quando o resultado não vem. Justamente por essa cobrança. É preciso que todos remem para o mesmo lado. Nós jogadores estamos todos sabendo da responsabilidade que temos e estamos unidos para que possamos dar uma reviravolta nesse momento. Galgar posição por posição, para terminar o melhor possível. Estamos distantes do acesso, estamos conscientes que é difícil, mas não é impossível. Matematicamente ainda dá, mas precisamos voltar a vencer. Aí sim, lá na frente, voltar a pensar em algo maior”, afirma.

O meio-campista também fala sobre o adversário de sábado. “A equipe deles tem rodado jogo a jogo. Tem entrado com escalações diferentes e vamos observar a forma com que eles vão vir, para termos ideia de como marcá-los. Mas não importa muito como eles virão, o que é preciso é nós, como Ponte Preta, desempenhar melhor, para que possamos estar mais perto da vitória”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS