Ponte treina nesta terça (11) e Tiago Real reforça cobrança interna do elenco, para melhorar desempenho em busca do acesso

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

O Campeonato Brasileiro Série B está perto da reta final e a Ponte Preta necessita melhorar de desempenho, para conquistar o acesso. O time está a sete pontos do G4, faltando 12 rodadas para o término do nacional. Para o meio-campista Tiago Real, a receita para mudar essa panorama é trabalho e resgatar a confiança para voltar a vencer. Assim como o meia, o elenco treina nesta terça-feira (11), visando o Oeste, adversário de sábado (15).

“O que está acontecendo conosco é falta de resultado. E isso tem acarretado em outras coisas. Falta de confiança, insegurança, uma certa alto-cobrança maior do que deveria que ser e que está sendo transmitida no nervosismo dos jogos. Acho que muito disso é da responsabilidade que nós temos pelo peso da camisa que nós vestimos. Tínhamos que estar brigando lá em cima e buscando o título da competição, mas estamos no meio da tabela. O campeonato está no fim e são 12 rodadas em que precisamos vencer o quanto antes, para que a confiança ela volte a reinar no nosso grupo”, diz Tiago, que acrescenta.

“Temos que trabalhar jogo a jogo. Primeiro temos que conseguir a primeira vitória, destes 12 jogos restantes. Estamos enfrentando muitas dificuldades no quesito resultado, até criamos oportunidades, temos um desempenho razoável em uma partida, boa em outra, mas a vitória não aparece. Precisamos vencer o Oeste e a partir daí ver como podemos chegar lá na frente e almejar algo grande na competição”, afirma o atleta, que revela que o grupo tem conversando e buscado evoluir de forma conjunta;

“Nós nos cobramos muito, porque queremos resultados. Todos que estão aqui dependem do futebol e precisamos saber da responsabilidade de cada um dentro de campo. Obviamente que ninguém faz nada sozinho. Quando erra, todos erram e quando vence, todos vencem. É desta maneira que temos que encarar o futebol, que é coletivo. Temos que pensar em um todo, para não jogar a responsabilidade de forma individual, se não perde-se o conceito de grupo. Precisamos nos fortalecer, porque é um momento delicado, temos essa consciência e vamos para sábado com força total. Fora de casa temos feito boas partidas, tirando o jogo contra o Atlético Goianiense e precisamos vencer, para melhor a sequência”, reforça.

Tiago enfatiza que quem está na Ponte reconhece o momento que vive e que vai dar resposta dentro de campo, para conquistar o objetivo. “Defendemos uma camisa em que só temos que olhar para cima. Desde que viemos esse ano, todos os contratados, sabe que tínhamos estar brigando pelo acesso. Já tínhamos que estar lá. Ainda dá tempo. Vamos melhorar e trabalhar muito para isso. Todos sabem da responsabilidade que temos e o tempo que temos para reagir”, completa.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS