Nicolas reforça responsabilidade em fazer bons resultados no Majestoso e comemora sequência de jogos

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

O lateral-esquerdo Nicolas chegou há pouco tempo na Ponte, mas tem conquistado seu espaço junto a comissão técnica alvinegra. Para o jogador, esse momento no clube tem sido muito importante e projeta se solidificar cada vez mais entre os onze titulares.

“Desde quando cheguei falo que a concorrência é boa, com jogadores de qualidade na minha posição. Todos me receberam bem e passaram confiança. Graças a Deus pude ter uma sequência de jogos e isso é muito gratificante. É uma vitória pessoal para mim, porque acho que tendo a confiança de todos, aos poucos me solto mais e agradeço meus companheiros por estarem me ajudando”, diz o jogador, que deve estar em campo mais uma vez, desta vez para enfrentar o Vila Nova, na sexta-feira (31), no Moisés Lucarelli.

“O professor vai montar a equipe que ele achar que será a melhor. Não está nada definido e quem for jogar tem condições de fazer uma grande partida. Vamos jogar em casa e temos que usar o fator campo e torcida ao nosso favor. Vamos em busca da vitória”, conta o atleta, que acrescenta.

“Independente do adversário, em casa não ganhar é ruim. Para nós jogadores principalmente, pois sentimos muito isso. Essa questão de resultado vem muito do trabalho no nosso dia a dia. Na nossa entrega nos treinamentos, porque no futebol se ganha, se perde e se empata. Mas com trabalhos voltaremos a conquistar pontos dentro de casa”, enfatiza.

Nicolas acredita que será um duelo equilibrado contra os goianos, mas a Ponte necessita dos três pontos. “Acho que esse jogo será muito bom. Uma disputa direta, contra um bom adversário. Vamos em busca da vitória. Esse é o único resultado que pensamos”, afirma o defensor, que fala sobre a disputa parelha para estar entre os quatro melhores da Série B.

“Está bem embolado. Temos condições de chegar. Agora é erro zero. Chegou o momento em que não se pode vacilar. Uma vitória te coloca em cima, e uma derrota te põe para baixo. Quem se dedicar mais e ser competitivo nos jogos tem mais chances de subir”, completa.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS