Victor Rangel comemora estreia como titular e ressalta espírito de luta do grupo para conquista de outros bons resultados

 

Foto: PontePress

O atacante Victor Rangel avaliou o desempenho da equipe após a vitória por 3 a 1, sobre o time do Criciúma, na terça-feira (14). Para o atacante, que iniciou entre os titulares da Macaca, pela primeira vez, o rendimento foi positivo e traz confiança ao elenco. “Fico muito feliz com a estreia. Era um jogo de suma importância para nós, voltando a jogar diante do nosso torcedor, onde o fator casa tem que prevalecer. Graças a Deus conseguimos nos impor, colocamos nosso ritmo forte, marcando a todo tempo e conseqüentemente as boas jogadas acontecem e os gols saem”, afirma Victor, que reforçou.

 “Ficamos felizes por termos marcado um bom número de gols nos último dois jogos. Foram sete marcados, que eleva nossa marca, dá confiança, moral, mostra que a equipe tem criado oportunidades e isso é bom para todo mundo. Estamos todos muito concentrados, focados, com os pés no chão, pensando jogo a jogo e já vamos virar a chave para pensar no Londrina, que com certeza é mais um adversário difícil e vamos para lá em busca de mais três pontos”, ressaltou o jogador.

Com a vitória sobre os catarinenses, a Macaca subiu para a 4ª colocação na tabela de classificação. Para o atleta, buscar estar entre os melhores, é fundamental, pois mesmo que a equipe saia do G4 ao término da rodada, mantém o time próximo dos líderes e com condições de entrar nas rodadas seguintes.

“Nós atletas temos conversando sobre a satisfação de estarmos entre os quatro melhores, mas o pensamento e o foco é não desgrudarmos do grupo eu briga pelo acesso. Queremos estar sempre dentro do G4, conquistar o acesso, mas nesse momento, em que há mais 17 jogos para jogar,o ideal é ficar próximo dos times mais bem colocados, não deixar se distanciarem e que consigamos uma boa vantagem de quem tenta se aproximar de nós. Cada jogo é uma decisão, começamos este segundo turno de uma maneira muito legal, estamos muito contentes e vamos trabalhar muito, para buscarmos mais três pontos no próximo jogo”, enfatizou.

O atacante acrescenta que o espírito de luta, se depender dele, estará evidente em todos os jogos. “Desde eu cheguei aqui os companheiros me falaram, ouvi outros comentários de torcedores, de que temos que nos entregar ao máximo, dar a vida dentro de campo e comigo não será diferente. Se eu tiver oportunidades de fazer gols eu quero marcar e vou caprichar quando tiver oportunidades. Se tiver que marcar, vamos marcar muito e esse é o espírito, junto dos meus companheiros”, reforçou o jogador, que ao lado de outros atletas recém-chegados ao elenco, se mostra a vontade.

“Eu conversei com o Hyuri, o Nicolas e o Bruno Ramires, que chegamos por último e eu nunca me senti tão em casa, com jogadores focados, com o objetivo desse acesso. Isso me fez me sentir muito em casa. Dentro de campo temos que nos entender, com entrosamento, mas desde que cheguei aqui fui muito bem recebido. Jogadores me falaram do quanto o grupo é bom de se trabalhar, e que eu iria sentir o ambiente e o quanto é legal estar aqui. Estou muito feliz e esse grupo de jogadores que nos acolhe facilita e fortalece nosso trabalho. Quero muito poder contribuir com todos eles”, completou.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS