Ponte perde por 2 a 1 em Minas e termina rodada na sétima posição do Brasileiro

 

Foto:PontePress/JHSemedo

A Ponte Preta viu a chance de entrar no G4 escapar na noite deste sábado (21). Em um jogo com o primeiro tempo totalmente atípico, a Macaca perdeu por 2 a 1 para o Boa Esporte – Junior Santos marcou o gol alvinegro. Com o resultado, a Ponte se mantém com 24 pontos e está na sétima posição, ainda a dois pontos dos quatro primeiros.  A Macaca volta a campo na noite da próxima terça-feira (24), na Fonte Luminosa, em Araraquara .

O jogo

Na última colocação me precisando de uma vitória diante da torcida, o Boa Esporte começou a partida indo para cima da Ponte, que por sua vez não conseguia encaixar boas jogadas para levar a bola ao campo adversário e acabava chutando para frente.  O time da casa teve a primeira boa chance aos três minutos, com Jadson cabeceando contra o gol de Ivan. Aos seis, Douglas Baggio bateu cruzado e Ivan espalmou. Aos 13, a Ponte construiu bom contra-ataque com Murilo, que passou para Junior Santos, mas o atacante não conseguiu concluir cruzamento para área.

Aos 20 minutos, gol do Boa: Douglas Baggio recebe de Daniel Cruz, que havia tirado bola da zaga alvinegra, e coloca no fundo do gol. A Ponte teve ótima chance de empatar aos 24: Daniel Barcelos cobrou excelente escanteio, que só não virou gol olímpico graças À bela defesa do arqueiro adversário. No contra-ataque após o lance, porém, o Boa ampliou com Hélder, de cabeça.

Na frente com boa vantagem, o time mineiro recuou e deu ainda  menos espaço à Ponte, que sentiu os dois jogos em quatro minutos e não tinha força para ir para cima. A última chance na etapa inicial foi aos 44, com cobrança de falta forte de Danilo Barcelos, que acabou saindo em tiro de meta para o Boa. Três minutos depois o árbitro apitou o final do primeiro tempo.

Para o segundo tempo, Brigatti tirou Neto Costa e Murilo e colocou Paulinho e Orinho. Atrás no placar, a Ponte entrou com uma postura diferente e foi para cima. Aos três minutos, Danilo Barcelos chutou forte em nova cobrança de falta e a zaga desviou.  Aos seis, Ruan chutou na área, mas o goleiro adversário pegou. Na sequência, Igor recebeu dentro da área e chutou firme, mas o goleiro do Boa pegou.

Aos 7, foi a vez de Júnior Santos dar um belo petardo, que passou lambendo a trave do adversário.Mas aos 15 minutos o centroavante marcou o dele, em bela jogada dentro da área, passou por dois marcadores, trocou o pé e chutou sem chance para o goleiro Igor Rayan.  A Ponte continuou insistindo e o Boa, além de se fechar mais, também começou a abusar da cera, caindo em lances simples e demorando o máximo possível a se levantar.

Os 39, porém, um susto: Douglas Bággio recebeu adiantado e chegou a marcar o terceiro, mas o árbitro confirmou o impedimento que invalidou a jogada. A Ponte insistia, mas não conseguia finalizar. A última chance foi com Ruan, aos 49, mas a bola acabou para fora. Fim de jogo: Boa 2 x 1 Ponte Preta.

 Ficha do jogo

Ponte Preta:  Ivan; Igor Vinícius, Renan Fonseca, Léo Santos e Ruan; Nathan, João Vitor (Felipe Saraiva) e Murilo (Orinho); Júnior Santos, Danilo Barcelos e Neto Costa (Paulinho). Técnico: João Brigatti

Boa Esporte:  Igor Rayan, Hélder (Gabriel Arantes), Luan, Rafael Jensen e Jadson; Maycon (Djavan), Aldo, Bruno Tubarão, Daniel Cruz (Felipe Alves) e Kaio Cristian; Douglas Baggio. Técnico. Ney da Matta

Gols: Douglas Baggio, aos 20,  e Hélder, aos 25 do primeiro tempo; Júnior Santos, aos 14 do segundo.

Árbitro: Luís César de Oliveira Magalhães (CE)

Cartões amarelos: Maycon e Jadson (BOA); Igor Vinícius (AAPP)

Local: Estádio Municipal Prefeito Dilzon Luiz de Melo – Varginha/MG

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS