Torcida única: Ponte terá prazo de dez dias para apresentar documentos e, após a entrega, punição será revista

A Ponte Preta participou nesta quarta (23) de reunião com representantes do Ministério Público (MP) e da Federação Paulista de Futebol (FPF) dando sequência às conversas para que seja revista a punição imposta ao time alvinegro de torcida única em todas  as partidas de 2018, em todas as competições e categorias.  

“Mais uma vez foi uma reunião bastante efetiva e nos foi dado um prazo de dez dias para que apresentemos alguns documentos e, após a entrega destes, será então revista a punição”, diz o advogado Giuliano Guerreiro, diretor jurídico da Macaca, que representou a instituição no encontro ao lado do diretor de marketing Eric Silveira.

É importante lembrar que o que será revisto é a punição referente apenas à torcida única e não a realização das seis partidas com portões fechados pelo Brasileiro – das quais três já ocorreram. Além disso, caso haja a revogação, a torcida única continuará valendo para o dérbi, uma vez que para os confrontos entre as equipes da cidade será mantida a exigência.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS