Ponte treina nesta segunda (7) para enfrentar o Flamengo e André Luís, que marcou dois dos três gols na vitória do dérbi, ressalta: vitória foi do grupo, que correu do começo ao fim

Foto:reprodução

A Ponte Preta se reapresenta na tarde desta segunda (7) para o primeiro treino desta semana, de olho no jogo de volta contra o Flamengo pela Copa do Brasil, marcado para às 19h30 da noite de quinta (10). Na sequência, o time já viaja para Goiânia, onde irá enfrentar o Vila Nova no Sábado pelo Brasileiro. A vitória no dérbi no último sábado, em pleno estádio adversário por 3 a 2, é inspiração aos jogadores para uma boa atuação nos dois confrontos . Autor de dois dos três gols alvinegros, o atacante André Luís – que comemorou o segundo gol com máscara de Gorila dada por Orinho – fala sobre o primeiro dérbi do ano.

“No sábado já acordei diferente, logo ás oito da manhã, todo suado, ansioso. Tomei café da manhã e voltei pro quarto, fiquei pensando no jogo e o tempo não passava: queria ir pro jogo logo e não chegava . Mas aí veio o jogo e graças a Deus fui abençoado. O mérito, porém, não é meu, é de todo o grupo, que correu do começo ao fim”, conta.

O jogador de 21 anos também tece elogios ao treinador alvinegro, com quem havia trabalhado no Santa Cruz. “É preciso tirar o chapéu pro Doriva pelo trabalho dele. E eu devo muito a ele, eu estava na Base no Santa Cruz quando ele me subiu pro profissional.Eu era emprestado do Atlético-PR, então não podia atuar mais lá porque eles já tinham o máximo de atletas emprestados atuando, e aí veio esta oportunidade da Ponte, um clube grande e maravilhoso, não tinha como eu não vir. Espero ser abençoado de novo aqui com mais gols”, diz.

Danilo Barcelos também faz sua análise sobre o clássico. “O adversário falou demais enquanto nós nos concentramos em jogar. No caso do gol contra não tinha o que eu fazer, a bola bateu em mim, mas me concentrei muito e mesmo com aquele momento ruim confiei em mim e na nossa equipe: demos a volta por cima e foi um jogo sensacional”, pontua.

Barcelos acrescenta que também quer fazer muito mais com a camisa alvinegra e pela torcida. “Devo muita coisa para esse torcedor desde o ano passado e isso foi só o começo: queremos fazer muito mais”, ressalta.

O goleiro Ivan é outro que endossa as análises sobre o dérbi. “Semana de dérbi é diferente e quem ganha é quem sai mais concentrado, com o coração na ponta da chuteira. Nós estávamos melhor mesmo na casa adversária, e o grupo todo está de parabéns pela raça que tivemos até o fim”, elogia.

Para o camisa 1, a vitória no clássico traz moral e uma força extra à Ponte. “Uma vitória dessas num clássico, ainda mais fora de casa, dá confiança. O que NE muito bom porque nosso objetivo é muito mais que isso, é brigar pelo título da série B. Então aproveitamos o momento, mas com pé no chão: comemoramos ontem e hoje é focar porque na quinta tem jogo importante contra o Flamengo”, conclui.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS