Relacionados para jogo contra o Londrina, Danilo Barcelos comemora retorno ao clube e zagueiro Reginaldo enaltece chance em vestir camisa da Macaca

 

Fotos: PontePress

O lateral-esquerdo e meio-campista Danilo Barcelos já está disponível para o técnico Doriva. O jogador já tem sua documentação regularizada e pode ser utilizado pela Macaca, na partida desse sábado (28), caso seja da vontade do treinador pontepretano. O atleta não esconde a vontade de entrar em campo, vestindo a camisa da alvinegra novamente.

 

“Já estava nervoso. Depois de tantos dias que eu voltei, estar podendo vestir essa camisa novamente é motivo de muita alegria. Sempre quis continuar aqui, todos sabem disso, mas tive que voltar para o Atlético. Feliz por estar, por estar pronto para reestrear com essa camisa, porque é muito importante estar de volta. Não vejo a hora de poder estar em campo”, enfatiza Danilo, que recebeu muitas mensagens de apoio do torcedor pontepretano e que vai carregar esse carinho par dentro de campo.

 

“Sou um cara muito privilegiado por ter sido feliz em todos lugares que eu passei. Estou mais feliz ainda porque aqui na Ponte foi diferente. Por mais que teve o desastre do final do ano, houve uma identificação tão legal e rápida com o clube e torcida. Aqui me sinto muito em casa, tenho amigos dentro e fora do clube e minha esposa e filha gostam muito daqui e isso tudo contribui para esse sucesso tão rápido. Volto para tentar colocar a Ponte no lugar que ela merece e continuar minha história aqui dentro”, acrescenta o jogador.

 

 

E se Danilo está em busca de dar continuidade a história na Macaca, quem vai iniciar sua trajetória pela Alvinegra é o zagueiro Reginaldo. O recém-chegado ao clube, já está entre os relacionados para a partida desse sábado, contra o Londrina. “Agradeço a oportunidade da diretoria da Ponte Preta em ter aberto as portas para eu desempenhar meu trabalho. Vim para ajudar e espero brigar de forma sadia pela minha posição. Estou aqui para ajudar meus companheiros, o professor Doriva, para que consigamos o acesso de volta a elite do campeonato nacional”, reforça o defensor.

 

Reginaldo disse também que recebeu indicações de como é trabalhar na Macaca. “Conversei com o professor Abel Braga, que deu dicas muito boas sobre a instituição. Falei com o Jadson e tive uma conversa boa com o Luan Peres, que falaram muito bem do ambiente. Tanto que há poucos dias aqui eu já me sinto adaptado. Estou feliz, espero fazer uma grande história com a camisa da Ponte Preta”, completa.

 

 

 

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS