Autor do gol contra o Santos, Léo Artur acredita em evolução e amadurecimento do time na sequencia do Paulistão

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

 

O meia Léo Artur fez o gol da Ponte Preta contra o Santos, na partida em que a Macaca perdeu por 2 a 1 nos minutos finais de jogo. Para o atleta, a equipe acabou modificando sua forma de atuação de um tempo para o outro, o que dificultou manter a vantagem construída na etapa inicial.

 

“Tivemos uma postura no primeiro tempo e na segunda etapa foi diferente. Fizemos o gol cedo e recuamos cedo também. Foi falado no vestiário para não recuarmos tanto no segundo tempo, mas teve como. O Santos veio com tudo para cima e a consequência foi  nos fecharmos um pouco. Faltou ficarmos mais com a bola no segundo tempo, como ficamos no primeiro e construir mais chances de gol”, afirma.

 

Para Léo, a ainda falta de experiência de grande parte dos atletas, também faz com que em algumas situações as jogadas não aconteçam da forma que querem. “Ás vezes em uma bola ou outra que dá para segurar mais um pouco, fomos muito afoitos à frente. Isso é por conta da juventude dos atletas, mas creio que isso vai amadurecer ao longo do campeonato e conseguiremos melhorar”, acredita o jogador, que reforça.

 

“Por sermos jovens, temos essa ânsia de correr toda hora, de querer ir para cima. Tem o lado bom e o ruim, porque quando precisa ter um pouco de calma, às vezes não conseguimos. Mas acho que podemos evoluir e que prevaleça o lado bom”, confia.

 

O meia também avalia o que é preciso para a Ponte sair vitoriosa do jogo contra o São Bento, nesse domingo (28), às 17 horas, fora de casa. “Temos que fazer sempre o nosso melhor. É trabalhar, mostrar o nosso melhor, porque tenho certeza que vamos vencer e sair de Sorocaba com os três pontos. O São Bento é uma bela equipe, sabemos o que vem pela frente, e para vencê-los será preciso muita dedicação, trabalho e concentração do começo ao fim”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS