Presidente eleito Abdalla confirma Giuliano Guerreiro como diretor jurídico da Macaca para a gestão que se inicia em 2018

O presidente eleito José Armando Abdalla confirmou na manhã desta terça (19) que o atual diretor jurídico Giuliano Guerreiro será mantido no cargo para a gestão dele no comando alvinegro, que se inicia em 1º de janeiro. “Nosso jurídico é muito forte e vem se destacando pela competência nos últimos anos, por isso convidei Giuliano Guerreiro a permanecer e fiquei feliz com o aceite”, diz Abdalla.

Recentemente, por exemplo, o jurídico alvinegro conseguiu defender com grande êxito a Macaca no caso da invasão de campo no jogo contra o Vitória – a procuradoria queria pena de perda de mando em até 30 jogos no Brasileiro da série B em 2018  e a sentença final foi de seis partidas com portões fechados. “Para mim é uma honra poder continuar trabalhando em prol da Ponte Preta e, com certeza, continuaremos fazendo nosso melhor pela Macaca”, diz Guerreiro.

O presidente eleito Abdalla acrescenta que, junto com os outros integrantes da Comissão de Transição (o atual presidente Vanderlei Pereira, o vice-presidente eleito Tiãozinho e Hélio Kazuo e Gustavo Valio, respectivamente 2º vice-presidente e diretor financeiro da gestão atual e da futura), está trabalhando forte neste período para definições de outros nomes e situações da Ponte Preta.

“Estamos progredindo bastante em relação aos nomes dos demais diretores, inclusive o de futebol, e dando atenção a questões prementes, como a parte financeira do clube, até porque nossas verbas cairão drasticamente em virtude da queda para a série B”, diz Abdalla. 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS