Auditores pedem aumento de pena da Ponte para oito jogos com portões fechados e multa de R$ 80 mil, mas, após defesa alvinegra e julgamento, punição fica em seis partidas e multa cai para R$ 20 mil

Foto:PontePress

Em julgamento realizado nesta quinta (14), o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) aumentou o número de jogos com portões fechados que a Ponte terá de realizada no Campeonato Brasileiro de 2018 de cinco para seis e reduziu multa pecuniária para R$ 20 mil. A decisão é final e decorre de apelação da procuradoria que havia pedido 30 perdas de mando como punição à Macaca em virtude da invasão de campo no jogo contra o Vitória, e mostrou-se insatisfeita com a sentença inicial de cinco jogos com portões fechados.

“A Ponte defendeu a tese de que a pena deveria ser mantida ou até reduzia, e o relator do caso chegou a sugerir que quatro partidas, porém uma parte dos auditores argumentou enfaticamente que a punição fosse de oito partidas e a multa, originalmente de 30 mil, fosse elevada para 80 mil. No fim, conseguimos impedir uma punição ainda mais severa e os jogos com portões fechados aumentaram em um, enquanto a multa foi reduzida de 30 para 20 mil”, conta o advogado alvinegro João Felipe Artiolli.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS