Chapa Sempre Ponte Preta é eleita para mais quatro anos

 

Fotos: PontePress

 

Em eleições realizadas no estádio Moisés Lucarelli nessa quinta-feira (30), a chapa Sempre Ponte Preta (única que havia sido homologada pelo Conselho Deliberativo da Associação Atlética Ponte Preta) foi reeleita para mais um mandato de quatro anos (2018-2021). Ao todo foram 250 votos computados na eleição: 239 votaram a favor, além de sete votos nulos e outros quatro em branco.  

 

 

O atual presidente da Macaca, e que pertence à chapa vencedora, comentou a definição dos votos. “Foi uma eleição tranquila, democrática, pois poderíamos fazer por aclamação e não fizemos, porque gostaríamos de mostrar a todo pontepretano, que realmente nós temos força. Tanto é que apareceram 250 pessoas, uma chapa única, onde as pessoas estavam temerosas por conta do ocorrido na segunda-feira (27). Tivemos 239 votos favoráveis à nossa chapa, o que superou em 14 votos, pois ela era composta por 225 pessoas. Isso é muito importante. A partir de segunda-feira nós passaremos a reconstruir a Ponte Preta, pensando em 2018”, ressaltou o presidente.

 

 

Vanderlei Pereira destacou que situação e oposição podem juntas fazer a Ponte mais forte. “Aonde não se une forças, você diminui. E não é essa a nossa intenção. Estamos de braços abertos para conversar com a oposição. Não temos nenhuma inimizade, somos apenas adversários. Assim penso eu e levo dessa forma”, afirmou o presidente, que, apesar do clube não ter tido sucesso no Campeonato Brasileiro dessa temporada, classificou como um trabalho muito positivo ao longo desses anos que teve de mandato.  

 

 

“Sempre há algo diferente a ser feito. Nós fizemos um trabalho maravilhoso em 2015 e 2016. Também estamos fazendo em 2017, onde fomos vice-campeões Paulista, fomos campeões do SUB 14, do SUB 17 e se Deus quiser seremos campeões sábado, no SUB 20. É algo na categoria de base que a Ponte não tinha há 15 ou 20 anos. Não participava de mais nada. Nós não tínhamos base. Eu peguei em 2015 a nossa base terceirizada e tivemos que reconstruir. E essa reconstrução teve frutos. A base é a nossa sustenção”, destacou Vanderelei, que acrescentou. “Obviamente que faria algo diferente ao longo desses três anos de mandato, porque é um processo de aprendizado. Obviamente, se eu for continuar, algumas coisas serão mudadas”.

 

Confira abaixo a ata da assembléia dessa noite:

 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS