Chapa Renovação apresenta 99 nomes inaptos e tem registro indeferido; com isso, eleição para a Ponte terá apenas uma concorrente, a chapa Sempre Ponte Preta

O Conselho Deliberativo da Ponte Preta publicou hoje edital no Jornal Correio Popular indeferindo a inscrição da chapa “Renovação”, em virtude de ela ter inscrito para concorrer ao pleito um total de 99 nomes inaptos para tal. Não se trata de impugnação de nomes, quando por exemplo uma pessoa que se inscreveu é conselheira e não está com suas contas em dia, e sim de inaptidão, ou seja,nomes inscritos de pessoas que sequer são conselheiras e, portanto, não atendem ao que prega o estatuto no tocante ás exigências para concorrer na eleição.

“Após acurado exame e exaustiva conferência dos nomes, verificou-se que havia 99 pessoas que não cumpriam os requisitos estatutários mínimos exigidos para que elas pudessem votar e serem votadas”, diz o presidente do Conselho, Mauro Zuppi, lembrando que para concorrer uma chapa precisa ter 225 nomes válidos. A chapa Sempre Ponte Preta, acrescentou Zuppi, teve os nomes conferidos como aptos e a inscrição foi aceita.

Desta forma, as eleições de 2017 terão chapa única.  “Neste caso, como já ocorreu antes, o pleito é por aclamação e haverá um voto simbólico no dia 27 de novembro, que será dado pelo conselheiro mais antigo. Salvo engano, do senhor  Asvijomar de Seixas Queiroz, que tem cerca de 85 anos de idade”, pontua. Confira o edital abaixo:

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS