Herói diante do Atlético/PR, Danilo afirma: ‘Tinha uma vontade imensa de jogar pela Ponte e aqui o sangue está correndo mais quente’

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

 

A vitória da Ponte diante do Atlético Paranaense, na quarta-feira (15), teve Danilo como personagem principal. Autor de dois gols – sendo que momentos antes da partida teve que fazer testes físicos para poder entrar em campo – e só jogou porque implorou por ajudar, o atleta se tornou o herói da equipe, em um momento dramático vivido pelo time. O jogador contou como foi ter passado por essa situação, de quase não entrar em campo, e a repercussão pós jogo.

 

“Muita coisa me move. A situação que estamos passando me incomoda muito. Estamos jogando bem há muito tempo, e não conseguimos resultados. Eu realmente acho que não tinha condições de jogar, mas eu queria. Foi tudo bem conversado, eu sabia da responsabilidade que eu tinha e fui para campo”, explica o atleta, que destaca a confiança e as palavras do técnico Eduardo Baptista, que o classificou como ídolo pontepretano daquela tarde.

 

“Agradeço o professor que sempre confiou em mim. Agradeço as palavras que ele disse sobre mim depois do jogo. É um cara que tenho imenso respeito. Entro em campo em qualquer situação pela Ponte Preta, mas pelo Eduardo eu faria novamente porque sempre me apoiou, ajudou e naquele dia especial, eu não poderia ficar de fora de forma alguma”, reforça Danilo, que já como os dois gols da rodada passada, já tem cinco com a camisa alvinegra e revela o quanto o sentimento pela Ponte cresce cada vez mais.

 

“No primeiro dia que eu vim aqui eu senti algo especial, por ter já tido outras chances de ter vindo antes. Acho que tudo se encaixou na hora certa. Era algo que eu queria muito. Não vim por acaso. Tinha essa vontade imensa de jogar pela Ponte, porque sabia como o clube tem uma torcida bacana, o tratamento que dá aos seus funcionários e quando eu passava por aqui como adversário, nós sentíamos esse clima bom. Eu sinto um carinho especial aqui na Ponte – não que eu não sentia em outros clubes que eu passei, pelo contrário, sempre tive uma boa participação -, mas aqui o sangue está correndo mais quente”, enfatiza.

 

Mas, mesmo com toda essa disposição, o atleta segue se recuperando de uma inflamação na garganta, além de dores no pé. Contudo, o jogador está focado em atuar contra o Fluminense, na segunda-feira (20). “Ontem fiquei um pouco debilitado, porque perdi muito liquido. Mas fui no hospital, fiz todo os procedimentos, estou tomando medicação. Agora é descansar, hidratar bastante, tratar um pouco do pé, que também está muito dolorido, e segunda-feira vou estar 110%”, confia Danilo, que levou preocupação para a companheira Lorena.

 

“Minha esposa ficou brava porque ela sabia da minha condição desde o dia anterior. Ela pediu para eu não jogar, porque pensa na saúde primeiro e ainda estava fazendo muito calor. Mas ela entendeu, obviamente ficou muito feliz, semana passada foi aniversário dela e pude premiá-la com esses gols”, conta o lateral/meia, que comemorou ter feito seu primeiro gol de falta com a camisa da Ponte.

 

“Estava com muita vontade de cobrar falta. Sou muito amigo do Lucca e conversamos muito para que sempre quem estiver melhor bater. Ele cobra muito bem e sempre que tem possibilidade, ele pega para bater, porque tem muita confiança. Fico feliz porque são jogadas que treinamos muito e nessa reta final pode fazer diferença. Graças a Deus saiu esse gol de falta, já fiz alguns, mas é o primeiro desse ano e tomara que saia mais alguns até o fim do campeonato”, espera o jogador, que faz uma projeção do duelo contra os cariocas.

 

“Será um jogo muito difícil. Todos os resultados da rodada foram importantes para nós. Tive oportunidade de falar com o grupo e temos que parar de fazer conta e sim pontuar toda partida. Ainda acredito que precisamos de uma vitória fora de casa, para fugir de vez dessa situação. Temos que aproveitar o nosso bom momento e tentar ganhar do Fluminense. Unir forças e se preparar mentalmente para fazermos uma grande partida e conseguir os três pontos”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS