Para Eduardo Baptista, jogo contra o Corinthians é um grande desafio e Ponte tem que estar bem organizada para conquistar a vitória

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

O técnico Eduardo Baptista analisou o duelo que a Ponte tem pela frente, contra o Corinthians, nesse domingo (29), no Moisés Lucarelli. Para o treinador, o adversário, que lidera a competição, tem muitas qualidades, mas os seus comandados estão prontos para fazer um grande jogo contra o rival paulista. “O Corinthians é um time forte, o melhor time do campeonato, que pontuou mais e estamos preparados para ele. Sabemos também que temos condições de igualar o jogo e dentro de casa buscar a vitória, para sair dessa situação”, acredita o treinador.

 

Baptista revelou que nessa semana tentou fazer o time evoluir em todos os aspectos. “A intenção com os atletas foi exaltar o que há de bom, tentar consertar o que houve de errado e trabalhar parte tática. Fizemos bastante isso, estudamos o Corinthians, e ainda estamos conversando para vencer. Aqui em casa sabemos que a Ponte é muito forte”, ressaltou o técnico, que fez uma projeção sobre a partida.

 

 “É um jogo em que os dois times tem grandes objetivos. Provavelmente deve ser um jogo tenso, mas a Ponte enfrentou o Santos e igualou a posse, enfrentou o Flamengo e ficou só um pouco abaixo, assim como o Palmeiras. Temos que nos defender. O Corinthians é forte e bem treinado. Essa equipe jogou a maioria das partidas do Campeonato Brasileiro, é bem entrosada e tenta envolver”, disse Baptista, que ponderou. “Mas a Ponte Preta quando estiver com a bola, vai buscar ter essa posse. Treinamos muito mais essa semana a parte ofensiva do que a defensiva, até porque vejo que a defesa atingiu um nível bom para nós. Eu acredito em um jogo equilibrado”, avaliou o técnico, que acrescentou.

 

“Temos que pressionar com organização. Talvez o Corinthians seja o adversário em que temos que estar mais organizados em todos os seguidos. É o time que tem fases defensivas e ofensivas boas e transição muito forte. São poucas as equipes que você classifica bem nos quatro momentos do jogo. Haverá momentos em que teremos que agredir o Corinthians, outras vezes dar um passo atrás para tentar sair e tudo isso nós trabalhamos e conversamos bastante com os atletas”, destacou o técnico.

 

O comandante também enfatizou que além da vitória, o que tem buscado junto ao grupo é fazer com o que o time mostre um bom desempenho. “Temos que fazer um jogo de personalidade. Necessitamos da vitória, mas temos que colocar antes disso um bom jogo, com coragem, organização e aí sim a vitória deve vir. Nós nos apresentando bem, a os três pontos serão consequência”, completou.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS