Eduardo Baptista lamenta derrota decidida nos detalhes e foca em semana livre para preparar a equipe para o jogo contra o Flamengo

PontePress/FábioLeoni

O técnico Eduardo Baptista mal teve tempo para conhecer o elenco e treinar a equipe e já sentou no banco da Ponte na partida contra a Chapecoense. O resultado de 1 a 0 na Arena Condá combinado às derrotas inesperadas do Grêmio para o Bahia e do Atlético-MG para o Vitória empurraram a Ponte para la zona do rebaixamento. Por isso, mais do que nunca, o foco agora é em vencer o Flamengo no Majestoso para sair do Z4 o quanto antes.

“A gente tem ainda sete jogos em casa. Vamos usar a derrota de ontem para detectar tudo que está errado e corrigir, para voltarmos a vencer e sairmos dessa situação. Teremos um bom tempo para recupera jogadores para a próxima partida e precisamos voltar a jogar bem, a conseguir os resultados", diz o treinador, referindo-se á semana cheia de treinamentos.

Sobre a derrota em Chapecó, Eduardo Baptista faz uma avaliação. "Tivemos lampejos de bom futebol durante toda a partida. Neste momento da competição não tem jogos difíceis nem fáceis: é um Campeonato muito equilibrado e temos que estar concentrados para buscar as vitórias.”

O treinador acrescenta: "Foi um jogo pegado,  decidido em um detalhe, em um chute. Tentamos mexer para no segundo tempo conseguir um resultado e não conseguimos, mas,  reforço, aAgora temos uma semana para trabalhar e buscar melhorar", diz.

Questionado pela imprensa local sobre o gol a Chape ter ocorrido por falaha do goleiro João Carlos, que por sinal fez várias defesas brilhantes no decorrer da ´partida, o comandante é incisivo: "não existe um responsável.. perdemos e quando o time perde, todos perdem.” 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS