Kleina afirma que a Ponte buscou o gol da vitória a todo momento e agora volta o foco para o jogo contra o Fluminense

Crédito:
PontePress

A torcida empurrou e a Ponte tentou até o final marcar o gol da vitória contra uma equipe que se fechou na defesa para buscar o empate em um jogo que a Macaca merecia ter ganho. Esta é a opinião do técnico Gilson Kleina, que acredita que a Ponte merecia sorte melhor porque buscou o gol da vitória a todo momento.

“Se tinha uma equipe que merecia sair com os três pontos era a Ponte. Eu acho que o Vasco jogou os 20 primeiros minutos melhor que a gente, mas nós perdíamos em posse de bola, mas não perdíamos em finalização. Encontramos dificuldades e deixamos os zagueiros deles saírem jogando. Depois nós avançamos a marcação, colocamos o Sheik e o Cajá mais próximos ao gol, e no segundo tempo tentamos a todo momento buscar o gol, abrimos o jogo, mas infelizmente não conseguimos", diz.

O treinador avalia que o time carioca conseguiu atingir sua proposta de jogo e, ainda que valorize o ponto, a ponte queria a vitória e, portanto, não há nada a ser comemorado em relação ao placar. "Era nítido e notório que o Vasco veio buscar o empate. Ninguém vai comemorar igualdade aqui. Mas temos que valorizar esse ponto conquistado em um campeonato tão disputado e difícil”, afirma.

Kleina lembrou do pênalti não assinalado no Saraiva e questionou a falta de autonomia dos árbitros que ficam atrás do gol. “Temos que lembrar o pênalti não marcado no Saraiva. Não entendo aquele árbitro ali de trás não ter autonomia para não dar o pênalti. A Ponte buscou a vitória e não conseguiu. Nossa bola não entrou. Espero que possamos ter mais competência e sorte na próxima quarta-feira”.

O treinador afirma que a Ponte deve agora focar na busca dos três pontos contra o Fluminense, mas com calma e sabedoria. “A gente sabe que o torcedor quer sempre a vitória e sempre trabalhamos em cima disso. A equipe da Ponte joga direto, o tempo que a gente tem é pra recuperar.  E temos que reagir. Vamos tentar contra o Fluminense fazer os três pontos, mas com inteligência", diz o treinador, acrescentando o que espera do próximo confronto.

" A gente sabe que é uma equipe com mais qualidade, uma molecada muito rápida. Temos que ter esse entendimento, essa leitura, e fazer nosso melhor, pois sempre procuramos o melhor para a Ponte. E temos que agradecer ao torcedor também, que ontem jogou com a gente até o final e com certeza irá nos apoiar mais uma vez."

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS