Ponte vence novamente o Sol de América e está classificada para as oitavas de final da Copa Conmebol Sudamericana

Crédito obrigatório:
PontePress/FabioLeoni

A Macaca foi até o Paraguai e conquistou mais uma vitória na noite desta quarta-feira. É a terceira vitória seguida da Macaca. Duas pelo Campeonato Brasileiro e uma pela Copa Conmebol Sudamericana. Na partida de ida no Majestoso a Ponte havia vencido por 1×0, gol de Sheik e na partida de hoje um empate classificava a Macaca. Jogando com autoridade a Ponte venceu por 3×1, gols de Jadson e dois de Lucca. E o goleiro Aranha ainda defendeu uma penalidade. Com o resultado a Ponte está classificada para as oitavas de final onde aguarda a equipe classificada do confronto entre Arsenal de Sarandi e Sport. Na partida de ida a equipe brasileira venceu por 2×0. A Ponte volta a campo no próximo domingo no Majestoso contra o Fluminense às 16h, partida válida pela 17º rodada do Brasileiro.

 

Jogo

Como era esperado o Sol de America veio pra cima da Ponte logo nos minutos iniciais. A Macaca respondeu com roubada de bola de Elton que invadiu a área, mas o goleiro saiu para abafar a bola. Logo aos dois minutos Sheik tentou o drible e foi derrubado. Na cobrança Cajá jogou na área, mas o goleiro saiu na bola. Aos sete minutos a primeira boa defesa de Aranha em chute dos paraguaios.

E aos oito minutos de jogo a Macaca saiu na frente com gol de Jadson. Sheik cruzou para Elton que chegou batendo e foi travado e no rebote Jadson mandou para o fundo do gol. O Sol de America respondeu logo aos 11 minutos com o gol de empate. O paraguaio Javier Toledo empatou a partida.
 

Aos 20 minutos Aranha fez grande defesa tirando a bola do ângulo da meta pontepretana. Com 30 minutos Jadson tocou para Sheik na área que chegou batendo com muito perigo, a bola passou muito perto do gol paraguaio. Aos 39 Aranha mais uma vez aparecendo para salvar a Ponte, mas o juiz já havia marcado impedimento.

E a Macaca foi para o intervalo em vantagem. Elton achou Lucca livre na entrada da área e o artilheiro pontepretano bateu no cantinho. 2×1 Ponte. Na sequência o árbitro encerrou a partida.

A segunda etapa começou com a Macaca tocando a bola para administrar a vantagem e o adversário vindo para cima para tentar o empate. E aos sete minutos a Ponte ampliou. Sheik cabeceou e a bola bateu no braço do jogador paraguaio. O árbitro marcou pênalti que Lucca bateu com categoria. 3×1 Ponte. Foi o vigésimo gol de Lucca no ano com a camisa da Macaca. Que fase!

Com 16 minutos o árbitro marcou pênalti de Nino Paraíba em Rojas. Na cobrança de Gimenez, Aranha defendeu com os pés, no rebote dos paraguaios ele defendeu novamente. Monstro demais o paredão do Majestoso!

Aos 28 Sheik invadiu a área e foi derrubado, mas o juiz nada marcou. E Sheik abriu uma chapelaria aos 39 minutos com três chapéus em sequência e sofreu falta em seguida.

Com dois minutos de acréscimo o árbitro encerrou a partida. Ponte Preta classificada para as oitavas da Copa Conmebol Sudamericana onde aguarda o vencedor da partida entre Arsenal e Sport, a equipe brasileira venceu a primeira partida no Brasil por 2×0.

 

Ficha Técnica:

Sol de América: Agustin Silva, Richard Franco, Aldo Olmedo, Tomas Rojas, Victor Hugo, Gustavo Velasquez, Nicolas Arrechea, Aldo Vera, Javier Toledo, Martin Gimenez, Cesar Vilagra
Técnico: Fernando Ortiz

Ponte Preta: Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo, Jeferson, Naldo, Elton, Jadson (Claudinho), Sheik (Yuri), Cajá (Wendel) e Lucca.  
Técnico: Gilson Kleina

Local: Estádio Luis Alfonso Giagni – Paraguai
Árbitro: Wilson Lamourox (Col)
Auxiliares: Eduardo Diaz e Dionisio Ruiz, Andres Rojas
Cartões amarelos: Richard Franco, Marllon, Tomas Rojas, Gustavo Velasquez, Marcos Duré
Gols: Jadson, Javier Toledo, Lucca 2x

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS