Ponte Preta anuncia novos coordenadores da base: Rodrigo Leitão e Kiko estão de volta à Macaca, Fábio Barbosa completa o trio

A Base alvinegra está fazendo bonito e a Ponte Preta segue em busca de sempre fortalecer o departamento, não só revelando talentos como buscando reforços profissionais para cuidar dos garotos. Neste sentido o diretor de Base,  Francisco Alvarenga, acaba de confirmar os novos coordenadores do trabalho. “Optamos por fazer a partir de agora um trabalho mais focado, então em vez de apenas um coordenador, teremos um geral, um técnico e um administrativo”, explica o dirigente.

A coordenação geral da base alvinegra fica por conta de Cláudio Henrique Albuquerque, o Kiko, qie já foi gerente do futebol profissional alvinegro. “O Kiko conhece todos os departamentos da Macaca, não só nas categorias menores como também no profissional, onde ocupou a gerência e teve uma atuação reconhecida”, pontua Alvarenga.

Outro que volta ao clube é o de Rodrigo Leitão, que será o coordenador técnico. Na função, Leitão ficará com toda a metodologia e trabalhos das equipes desenvolvidas dentro de campo. “O Rodrigo tinha saído do clube, mas nós queríamos mantê-lo na época. Agora, neste novo formato, voltamos a falar com ele e estamos muito felizes com esse retorno, que com certeza irá mais uma vez agregar muito á qualidade da nossa área.”

Já Fábio Barbosa, que será o coordenador administrativo, tem a responsabilidade de trabalhar com todos os aspectos de administração dos times de Base, em especial com os contratos dos atletas, no que diz respeito à formação até o primeiro acordo profissional feito pelos jovens jogadores. “O Fábio já era da nossa equipe e fazia um ótimo trabalho, foi natural que ocupasse a coordenadoria assim que a criamos”, diz.

Para completar o grupo, Rodrigo Silva será o novo coordenador de logística. “Ter esses grandes profissionais trabalhando pela Base visa a dar continuidade ao trabalho que a gente vem  desenvolvendo nos últimos anos e que vem tendo destaque, com diversos atletas no time profissional, convocações para as seleções brasileiras SUB15, 17 e 20, e mais recentemente com o grande paulista que estamos fazendo neste ano, inclusive com o Juvenil como único time 1005 da primeira fase, com 14 vitórias em 14 jogos. E sempre cientes de que nossa meta não é apenas fazer um bom papel nas competições que disputamos, mas também revelar atletas que serão usados pelo futebol profissional”, finaliza Alvarenga.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS